sexta-feira, 1 de maio de 2009

Chapadinha: Enchente deixa mais de 100 famílias desabrigadas na zona rural

Falta alimento, remédio e abrigo para centenas de pessoas


William Fernandes – Sexta, 1º de maio de 2009


Fotos: professor Robson e Alexandre Cunha

Mesmo com a diminuição das chuvas em Chapadinha o nível das águas do Rio Munim não pára de subir. De acordo com um levantamento preliminar da secretaria municipal de agricultura, mais de 10 casas desabaram e cerca de 100 famílias estão desabrigadas no trecho do município que é cortado pelo rio.


Os pontos mais críticos são as localidades Mangabeira e Cangalha e o assentamento Boa Nova, todos a 9km da sede. Neste locais, dezenas de casa estão alagadas e várias famílias estão abrigadas em escolas da rede municipal.


A ligação entre a zona rural e a sede só pode ser feita de canoa. Em alguns pontos a travessia chega a ser feita num percurso de 200m. já está faltando alimentos e medicamentos aos desabrigados.


A prefeita de Chapadinha, Danúbia Carneiro, foi hoje pela manhã a algumas destas localidades, ver de perto o drama dos desabrigados e já solicitou ao secretário municipal de agricultura, Antonio Nilo e ao de Assistência Social, Edmilson Conrado Pinto, que façam, com urgência, um levantamento geral da situação destas famílias para que sejam tomadas as providências necessárias.


Nas fotos abaixo, podemos ver o estrago causado pelas chuvas na localidade Mangabeira.












Compartilhe via: