terça-feira, 29 de setembro de 2015

Após mais de 100 dias, termina greve dos professores da UFMA





Chegou ao fim, na tarde desta terça-feira (29), a greve dos professores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A decisão em assembleia, realizada pelo Sindicato dos Professores das Universidades Federais do Maranhão (Sindufma), deverá ser informada oficialmente à reitoria da instituição amanhã.
Segundo o sindicato, como o Governo Federal não teria condições de acatar as reivindicações, a maioria decidiu pelo término da paralisação. Por causa da greve, as aulas foram interrompidas, atrasando o calendário acadêmico.
Um conselho será convocado para decidir sobre a retomada das atividades na UFMA. O primeiro semestre (2015.1) ainda não foi concluído, o que deveria ter ocorrido no dia 10 de junho. Consequentemente, também foi suspenso o início do segundo semestre letivo.
Greve - Docentes decidiram aderir à paralisação em assembleia realizada no dia 2 de junho e iniciaram a mobilização no dia 10. No dia 3 do mesmo mês, os técnicos administrativos já haviam aderido à paralisação nacional.
De acordo com a direção da Associação de Professores da UFMA (Apruma), pelo menos 60% do corpo docente aderiu ao movimento grevista.
Saiba mais na edição impressa desta quarta-feira (30) de O ESTADO.
Compartilhe via: