quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Programa estadual “Mais Bolsa Família Escola” é lançado em Chapadinha

A prefeita Ducilene Belezinha participou na manhã desta quarta-feira (4) do lançamento do programa estadual “Mais Bolsa Família Escola”, em Chapadinha. O evento que contou com a participação do secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, reuniu ainda os municípios que compõem a Unidade Regional de Educação (URE) do Baixo Parnaíba e os beneficiários do programa Bolsa Família que irão receber o cartão que vai beneficiar milhares de estudantes em todo município.
A solenidade aconteceu no ginásio Raimundo Nonato Vale e contou também com a participação dos secretários municipais de Chapadinha e professores da rede municipal. “Que quero parabenizar o governador do estado, Flávio Dino, o secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, pois é um programa muito importante. A parceria do programa com a secretaria municipal de Assistência Social é muito bem-vinda, pois as famílias mais carentes de Chapadinha terão essa ajuda para adquirirem seu material escolar, o que consequentemente dará um incentivo a mais aos nossos alunos. Além de proporcionar um aquecimento à economia local de quase 1 milhão de reais”- destacou a prefeita.
A apresentação do “Mais Bolsa Família Escola” ficou com o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, que tirou dúvidas sobre o programa e destacou os benefícios que ele trará tanto para as famílias como para o comércio local. “ O Bolsa Escola representa um ganho muito importante para os municípios. Não podemos pensar em qualidade de ensino onde crianças ainda estudam em escola de taipa e muitas vezes vão à escola sem o material escolar. Então, temos que começar do básico, discutindo uma educação de qualidade, resgatando a dignidade dessas crianças e desses adolescentes. E essa é a proposta do Mais Bolsa Família Escola: mudar a realidade dos nossos alunos dando um incentivo a mais. Sem falar que o programa dará um impulso nas vendas do pequeno comerciante. Geralmente, é no mês de janeiro que as vendas caem, afinal a gente faz débito o ano todo para pagar em janeiro o que gastou o ano anterior. Então é a oportunidade de fazer grandes vendas nesse período. A economia do município   terá uma aquecida”- afirmou o secretário.

O que é o “Bolsa Estudo”

O programa concederá crédito de R$ 46, por estudante, para a compra de material de uso escolar às famílias cadastradas no Bolsa Família do Governo Federal e que tenham filhos em idade escolar, entre 4 e 17 anos.
No mês de janeiro de cada ano, cada beneficiário do Bolsa Família, que tenha filho matriculado em escola pública, receberá uma parcela a mais do benefício, destinada exclusivamente à aquisição de material escolar.

Como vai funcionar?

Através de um cartão magnético tipo débito, as famílias beneficiárias do Bolsa Família do Governo Federal poderão realizar compras em lojas e comércios autorizados em seus próprios municípios para a venda de material escolar. As empresas que quiserem se credenciar poderão fazê-lo pela internet, no www.bolsaescola.sedes.ma.gov.br.
O cartão estará no nome do familiar das crianças. Quem esteve com o Bolsa Família pendente este ano também receberá o complemento.
Compartilhe via: