quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Artesãos terão espaço fixo oferecido pela Prefeitura de Chapadinha



A Prefeita de Chapadinha, Ducilene Belezinha, esteve reunida com os artesãos na  terça-feira (1º) para tratar sobre a “Casa do Artesão”, um local fixo oferecido pela Prefeitura, para que os mesmos possam se instalar e comercializar seus produtos. Além da prefeita, a secretária municipal da Mulher, Nildinha Teles e o secretário municipal de Indústria e Comércio, Armando Brito, acompanharam o encontro. No total vinte e cinco artesãos participaram da reunião
Desde 2013 a Prefeitura de Chapadinha vem capacitando pessoas para a produção de artigos artesanais,  256 pessoas já passaram pelas capacitações, muitas delas aderiram a profissão para obtenção de renda.
No município existem profissionais que já atuam há mais tempo, produzindo e comercializando seus produtos em casa. Com isso, veio a necessidade de um ponto de referência para que eles possam ser encontrados com maior facilidade por visitantes e até mesmo pelos próprios munícipes que admiram seus trabalhos.
O artesão Fernando Agnaldo dos Santos, que confecciona chaveiros, abajur, e miniaturas usando como matéria prima a madeira, destaca como positivo o interesse do governo municipal em mobilizar os profissionais para definição de um espaço para os artesãos. “Nunca em nenhuma administração uma prefeita se despertou para dar atenção aos artesãos do nosso município, reunindo todos nós para que possamos ter um ponto de referência e nossas peças sejam apresentadas. Estamos de parabéns. Como artesão, agora me sinto valorizado, ” disse Fernando.
Durante a reunião o secretário de Indústria e Comércio  apresentou a oportunidade para os artesãos saírem da informalidade se cadastrando como Microempreendedor Individual, tendo direito a aposentadoria, auxílios e ainda a possibilidade de contratação de um funcionário com carteira assinada.
A prefeita de Chapadinha, Ducilene Belezinha, falou que com o espaço, os admiradores dos produtos artesanais terão acesso mais facilitado.“Com o espaço, a renda dos artesãos deve melhorar. Os visitantes saberão onde encontrar as peças e levar boas lembranças da nossa cidade. Temos o maior interesse em organizar o grupo, promovendo o empreendedorismo, incentivando a cultura local, ” pontuou a prefeita Ducilene.
Um novo encontro foi marcado para a próxima semana para definir alguns detalhes, como a padronização do espaço.
Compartilhe via: