segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Sistema Faema/Senar lança segunda turma do Curso de Agronegócio em Chapadinha

O Senar Maranhão e Faema(Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão) estão levando conhecimento técnico e assistência aos produtores rurais para todas as regiões do Estado. O curso técnico em agronegócio é uma dessas  ferramentas que essas instituições estão disponibilizando para os jovens do campo terem acessos as tecnologias e boas práticas gestões na agricultura.
20160117034318 (1)
20160117034318 (1)Presidente da Faema, Raimundo Coelho, com  a diretoria do Sindicato Rural de Chapadinha e o superintendente do Senar Antonio Figueiredo.
20160117034230
Diretores do Sistema Faema/Senar e do Sindicato Rural com a prefeita Belezinha
O presidente dos Sistema Faema/Senar, Raimundo Coelho, esteve  em Chapadinha acompanhado do superintendente do Senar/Maranhão Antônio Luiz Figueirêdo.  Na Região do Baixo Parnaíba eles  lançaram a abertura da segunda turma do Curso de Agronegócio. Os diretores do sistema foram  recebidos pelo presidente do Sindicato Rural do município, José  Luzia a pela prefeita  Ducilene Belezinha(PRB) e sua equipe.
A modalidade semipresencial do Curso Técnico em Agronegócio é uma da ferramenta que facilita o acesso ao conhecimento. O aluno tem a vantagem de poder assistir a maior parte das aulas em sua própria casa, na fazenda, no sindicato ou  onde preferir. Oitenta por cento do conteúdo fica disponibilizado no portal da rede. Mas como prática é fundamental, os alunos também cumprem vinte por cento do total de 1.230 horas-aula nos polos de apoio presencial da rede, propriedades rurais e agroindústrias.
A Rede e-Tec Brasil no SENAR conta atualmente com 58 polos, instalados em parceria pela administração central do SENAR e suas administrações regionais, nos estados do Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal. Ao se inscrever para a seleção, o candidato deve indicar em qual polo fará o exame e também o curso, caso aprovado.
Compartilhe via: