quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Virou chacota nacional: Santa Inês é governada de dentro da cadeia

santainessantaines
Do blog do Jorge Aragão
Se já não bastasse as peripécias do prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves, que envergonham a cidade e a sua população, a decisão vergonhosa da Câmara de Vereadores fez a cidade virar chacota nacional.
No início desta semana, de maneira absurda, a Câmara de Vereadores de Santa Inês, demonstrando total subserviência ao prefeito preso, além de não ter sequer apreciado o pedido de cassação de Ribamar Alves, ainda concedeu uma licença vergonhosa de 30 dias ao prefeito, impedindo assim que o vice-prefeito de Santa Inês, Edinaldo Lima, pudesse assumir o cargo, conforme o Blog já destacou (reveja aqui).
A decisão esdrúxula da Câmara de Santa Inês foi abordada no programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, desta quarta-feira (17), com o título “Cidade do Maranhão é governada da cadeia por prefeito preso por estupro”.
Clique aqui e assista na íntegra a matéria veiculada na TV Globo e que, infelizmente, enlameou o nome da cidade de Santa Inês e envergonhou toda a sua população.
sousanetoAssembleia – O deputado estadual Sousa Neto também voltou a abordar o assunto no parlamento maranhense. Na Sessão Ordinária desta quarta-feira, usando durante 30 minutos o Grande Expediente, o parlamentar comentou o assunto.
Sousa Neto lamentou que a população de Santa Inês esteja passando por essa situação vexatória e que ganhou repercussão nacionalmente. O parlamentar também questionou a decisão da Câmara de Vereadores.
“Hoje, no Bom Dia Brasil, foi colocada a matéria sobre o prefeito que despacha de dentro da cadeia. O pedido de licença chegou à Câmara na segunda, depois de 17 dias, e mesmo assim, rasgando a Lei Orgânica do Município, a Câmara concedeu licença ao prefeito de Santa Inês 30 dias de licença. O vice-prefeito da cidade está tendo que entrar na Justiça para poder assumir uma coisa que é de direito. E agora virou um caso de chacota nacional. Isso é um absurdo”, afirmou Sousa Neto que ainda classificou como manobra a decisão vergonhosa da Câmara de Vereadores.
Sendo assim, por decisão da maioria do Legislativo de Santa Inês, a cidade segue sendo administrada de uma prisão em São Luís e, infelizmente, virando piada nacional.
Compartilhe via: