terça-feira, 22 de março de 2016

Linchamento: Principal suspeito de ter assassinado casal em Santa Quitéria é morto por populares


Jhony, que já havia assassinado outras pessoas, degoladas, foi degolado por moradores, ontem na zona rural de Santa Quitéria

Por William Fernandes – terça, 22 de março de 2016

O município de Santa Quitéria vive um clima de intensa violência nos últimos dias. Depois que um casal de namorados, Leonildo Costa Sousa, de 40 anos, residente no povoado Bacuri 2 e sua namorada Nilza, residente no povoado Cocal, foi assassinado, com requintes de crueldade, por volta das 22h do último sábado, no povoado Cocal, moradores resolveram fazer justiça com as próprias mãos e lincharam o principal suspeito de ter cometido os crimes, um homem identificado por Jhonatan Silva Oliveira, conhecido pelos apelidos de "Lápis" ou "Jhony" ou "Maluco".

A “vingança” dos moradores aconteceu ontem (segunda, 21), no mesmo local onde “Jhony” teria matado o casal. A PM já havia feito diligências na área onde o suspeito morava, mas ele conseguiu fugir. Os moradores deixaram a situação “acalmar” e resolveram fazer uma busca ao suspeito. Ao encontra-lo, mataram-no com a mesma crueldade com a qual ele já havia tirado a vida de outras pessoas na região. Segundo informou a PM, ele costumava degolar suas vítimas. Ontem ele provou do mesmo veneno.

A polícia já havia tentado captura-lo, a partir de denúncias de moradores, conforme relato abaixo:
Tentativa de capturar o(s) assassino(s).  


“A guarnição composta por cabo Aroldo e sd Monteiro dirigiu-se em diligência ao povoado acima citado, juntamente com agentes e delegados da Polícia Civil para averiguar os fatos ocorridos e suas possíveis causas. Chegando ao local, foi obtida a informação entre populares que o crime teria sido cometido por um elemento de nome Jonatan Silva Oliveira, vulgo "lápis" ou "jhony" ou "maluco". Os mesmos populares informaram que tal elemento vivia em localidade próxima ao ocorrido, e que o mesmo reside em tal região de difícil acesso em virtude de já ter cometido estupro e assassinato em outra cidade, coincidindo até na maneira que este executa suas vítimas (degolando). A força policial dirigiu se até o endereço conhecido do suspeito, área de difícil acesso, somente após caminhada de aproximadamente 7km dentro da mata. Ao chegar ao local o suspeito foi alertado pelo latido dos cães de sua posse, e após isso avistou a força policial e evadiu-se mata adentro, tendo em vista que ele é conhecedor experiente da área. Após frustrada tentativa de capturar o suspeito, na residência foi encontrado e preso um indivíduo de nome ismael Rodrigues da Costa, vulgo "côco seco", que afirma apenas dividir a moradia com o suspeito dos crimes, porém sem saber dos crimes atuais nem dos cometidos no passado. Na residência foram encontradas 3 espingardas, várias facas, e um facão que teria sido usado pelo suspeito do crime, ainda com marcas visíveis de sangue, que será submetido a perícia e testes laboratoriais. As buscas duraram toda a extensão do dia e só cessaram com a ausência da luz do sol, infelizmente sem sucesso em efetuar a prisão do suspeito. Foi preso e recolhido apenas "côco seco" para demais investigações quanto a sua participação ou não dos crimes em questão.”
Compartilhe via: