quarta-feira, 30 de março de 2016

O "presente" de Flávio Dino para Chapadinha…

12670753_1017995768278614_5633765728254870346_n
Hospital Geral de Chapadinha: tratamento dado pelo governo da mudança
Por Samuel Bastos - Portal Gaditas
O governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) tem se mostrado um verdadeiro mestre na arte de contradizer a si mesmo. Titular de um “governo 100% honesto”, o comunista não deu explicações de como conseguiu a proeza de desmontar a rede de saúde do Estado em apenas um ano e três meses de governo.

As UPAS em São Luís agonizam após perderem o serviço de excelência que possuíam e os hospitais de 20 leitos estão à beira de um colapso pois mesmo “economizando milhões” conforme propaganda oficial, o Governo não deu conta de manter os repasses de R$ 100 mil reais que eram transferidos pela gestão anterior.
Se não bastasse esse cenário de profundo descaso, o governador segue se contradizendo e prometendo construir hospitais por onde anda, apenas na tentativa de “fazer uma fezinha” para aliados. Será que estamos diante de um governo que não consegue sequer escalar uma linha de prioridades?

Publicidade
A cidade de Chapadinha por exemplo, que completou 78 anos ontem (29), dispõe de um hospital praticamente pronto e o que poderia ser um presente se transformou num grande elefante branco. Qual o motivo de tamanho descaso? Tem dinheiro para novas construções mas não há dinheiro para concluir os que estão por terminar?
Na verdade a obra não está na sua agenda de prioridades, pelo menos não agora. Perseguidor de prefeitos que não puxam seu saco, Dino não tem feito qualquer esforço para concluir o hospital em total retaliação a Prefeita Ducilene Belezinha (PRB), já que lá seus planos é fazer palanque para eleger o deputado Levi Pontes (PCdoB), como próximo prefeito.

FLÁVIO DINO AINDA TEM A CARA DE PAU DE DEBOCHAR DOS CHAPADINHENSES, ENCHENDO A CIDADE COM
ESTES OUTDOORS, FALANDO EM "HOSPITAIS DE VERDADE" E QUE MAIS 5 NOVOS ESTÃO EM OBRAS, SENDO QUE O DE CHAPADINHA ESTÁ PARADO HÁ UM ANO E 3 MESES.
A inauguração do hospital otimizaria e muito o atendimento de urgência e emergência, que atualmente encontra-se estrangulado pela grande demanda da região que sobrecarrega o Hospital Antônio Pontes de Aguiar – HAPA.
O Hospital Geral de Chapadinha tomado pelo matagal representa bem o retrato do governo da mudança… que segue sem mudar coisa alguma. Uma vergonha!
Compartilhe via: