sábado, 23 de julho de 2016

UFMA desenvolve pesquisa sobre manga em Chapadinha


Estudo mapeia locais de maior ocorrência da diversidade natural da mangueira e caracteriza acessos da fruta no Maranhão


A manga é uma das frutas mais consumidas no mundo e, de acordo com pesquisadores do Campus Chapadinha,no Maranhão, a diversidade é grande
A manga é uma das frutas mais consumidas no mundo e, de acordo com pesquisadores do Campus Chapadinha,no Maranhão, a diversidade é grande (Foto: Arquivo)
Chapadinha  - Pesquisadores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Campus de Chapadinha, desenvolveram um estudo, visando mapear as rotas de maior ocorrência natural da mangueira e caracterizar acessos de manga no Maranhão.
“Nosso objetivo é obter informações sobre o comportamento dessa fruteira no Maranhão, no qual são encontradas plantas vegetando muito bem, sendo a maioria desse material originário de pés-francos [semente], ou seja, não reproduzem as características das cultivares melhoradas”, explica a coordenadora da pesquisa, Maria da Cruz Lima Moura, pós-doutora em Melhoramento Genético de Plantas.
Segundo a pesquisadora, foram realizados estudos biométricos qualitativos e quantitativos para caracterizar os acessos coletados quanto à cor e aderência da casca e da polpa do fruto, firmeza, formato, aroma, fibra, degustação, suculência, embrionia, comprimento, peso, diâmetro, peso da casca e teor de sólidos solúveis totais.
“Há variabilidade genética nos tipos de manga coletados no Maranhão com características agronômicas desejáveis e frutos dulcíssimos, contribuindo para diminuir a vulnerabilidade da espécie existente atualmente nas grandes áreas de cultivos monoclonais [pomares comerciais]. Essa pesquisa permitiu a confecção de uma coleção in vivo na Universidade”, afirma a engenheira agrônoma Maria Moura.
De acordo com a coordenadora, o principal benefício desta pesquisa foi resgatar, identificar e quantificar a biodiversidade dessas fruteiras existentes no Maranhão e obter subsídios para direcionar as pesquisas ao fortalecimento do sistema de produção, comercialização e consumo, com reflexos na melhoria da saúde pública.
O Brasil é um dos três maiores produtores de frutas do mundo. Produz 43 milhões de toneladas de frutas tropicais, subtropicais e de clima temperado, proporcionando ao país uma grande diversidade o ano inteiro, muitas delas exclusivas da região.
No Maranhão, principalmente nos municípios de Matinha e Caxias existe uma diversidade de frutas exóticas (manga), que fazem parte da paisagem dos biomas maranhenses. Elas foram introduzidas há décadas e aqui encontraram condições favoráveis de clima e solo para se desenvolverem, se estabelecerem e se diversificarem em várias formas, cor, tamanho do fruto e uso.
Potencial
A manga é uma das frutas mais consumidas o mundo e conta com um rico potencial nutritivo. Nativa do sul e do sudeste da Ásia, considerando o leste da Índia até as Filipinas, a manga foi introduzida em países tropicais como Brasil, Angola e Moçambique com muito sucesso. Foi popularizada na Europa pelos portugueses, e conta com plantações desde o século IV.
A fruta do tipo drupa conta com colorações externas variadas, podendo surgir nas cores amarelo, laranja e vermelho, a partir da insolação que receber. A polpa, suculenta e fibrosa (que conta com ferro e antioxidantes), conta com uma grande semente no centro e apresenta um tom alaranjado.
Mais
Vantagens da manga
- Manga é rica em pré-biótica de fibra dietética, vitaminas, minerais e poli-fenólicos compostos antioxidantes flavonoides.
- De acordo com uma nova pesquisa, manga foi encontrada para proteger contra os cancros do cólon, mama, de próstata e leucemia.
- Manga é uma excelente fonte de vitamina A e flavonoides como o betacaroteno, alfa-caroteno e beta-criptoxantina.
- Manga madura é uma boa fonte de potássio, que é um componente importante dos fluidos das células e do corpo, que ajuda a controlar a frequência cardíaca e da pressão sanguínea.
- A manga também é uma boa fonte de vitamina B6 – piridoxina, vitamina C e vitamina E. O consumo de alimentos ricos em vitamina C ajuda o corpo a desenvolver resistência contra agentes infecciosos.
- A manga tem quantidades moderadas de cobre. O cobre é um co-fator para muitas enzimas vitais. Cobre também é necessário para a produção de células vermelhas do sangue.
- A casca da manga também é rica em fitonutrientes, como os antioxidantes, como pigmentos carotenóides e polifenóis.
Imirante
Compartilhe via: