domingo, 28 de agosto de 2016

Um fenômeno no Céu chamou a atenção ontem à noite: O "beijo" dos planetas

A conjunção de Vênus e Júpiter só acontece a cada 50 anos; O próximo encontro será em 2065

Blog do William Fernandes

No final da tarde de ontem (sábado, 27), eu estava acompanhando a inauguração do "Ponto 10", uma espécie de comitê jovem, ligado à candidata a prefeita Belezinha, quando o sol começou a se por e surgiram dois pontos de luz bastante intensos, no Céu. Quem olhou, imaginou tratar-se de um drone. Mas a luz permaneceu parada no mesmo ugar por bastante tempo e continuou a despertar a curiosidade de todos. Será um disco voador? Perguntou uma pessoa que passava perto de mim?

Na verdade, trata-se dos planetas Vênus e Júpiter. Eles entraram em conjunção, num evento considerado extremamente raro.  De acordo com a revista Space & Telescope, a próxima vez que teremos um evento como esse, será em aproximadamente 50 anos.

No entanto, Vênus e Júpiter não se encontram literalmente: quem viu a imagem, pensava que os dois planetas estavam formando um só, mas na verdade eles estão separados por bilhões de quilômetros, já que suas órbitas ficam muito longe uma da outra.

O próximo encontro dos dois planetas no céu noturno será apenas em 2065. Os planetas vistos da Terra, passarão tão perto um do outro, que para as pessoas que estarão observando o céu a olho nu, eles irão se fundir em um único ponto no céu noturno. Assim formando uma grande “estrela ou planeta” no céu.
Compartilhe via: