sábado, 22 de outubro de 2016

Criança é assaltada no Maranhão e policiais fazem "vaquinha" para compensar prejuízo

De acordo com informações dos PMs, o menino de aproximadamente 7 anos procurou o quartel e relatou, aos prantos, que havia sido roubado
Criança pediu ajuda dos policiais
Criança pediu ajuda dos policiais (Foto: Leitor via WhatsApp O ESTADO / (98) 99209-2564)
BACABAL - Uma criança de aproximadamente 7 anos foi vítima de criminosos na manhã deste sábado (22) em Bacabal. O menino, que trabalha vendendo "suquinho", teve o seu faturamento do dia roubado e foi amparado por policiais do 15º Batalhão da cidade, que fizeram uma "vaquinha" para compensar o garoto.

De acordo com informações dos policiais, a criança procurou o quartel e relatou, aos prantos, que havia sido roubado. O menino explicou que estava vendendo a sua mercadoria quando foi abordado por um homem que levou os R$ 11,00 que ele já havia faturado durante a manhã.

Comovidos com a história do menino, os policiais resolveram fazer uma "vaquinha" para reaver os prejuízos da criança. Em seguida, o levaram em segurança para casa.

Trabalho infantil

O Maranhão é o segundo maior explorador de mão de obra infantil para o trabalho doméstico no Nordeste, atrás apenas da Bahia. Pelo menos 22 mil crianças e adolescentes de 7 a 17 anos são exploradas irregularmente no estado.

Somente em 2015, a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) realizou cerca de mil abordagens a crianças em situação de trabalho infantil.
Compartilhe via: