sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Reviravolta em Chapadinha: Magno Bacelar entra na lista de “fichas sujas” do TCU e resultado da eleição poderá ser alterado

A alegria do prefeito eleito de Chapadinha, Magno Bacelar (PV), o Nota 10, pode chegar ao fim nos próximos dias. Isso ocorre por conta da inclusão do ex-deputado na lista de “fichas sujas” do Tribunal de Contas da União, o que deve causar uma reviravolta no resultado final da eleição. Inexplicavelmente, Bacelar não tinha seu nome incluído entre os gestores com conta desaprovados pelo órgão de controle e fiscalização, mesmo tendo contas consideradas irregulares desde 2014 por improbidade administrativa.

Conhecedores desse fato, a coligação “Pra frente Chapadinha” liderada pela prefeita Belezinha e assessorada juridicamente pelo advogado Carlos Sérgio Barros, entraram com uma petição pedindo a impugnação da candidatura de Magno Bacelar, uma vez que ele é considerado inelegível de acordo com a Lei de Ficha Limpa.
Magno Bacelar venceu a eleição com 19.638 votos, o que representa 47% do eleitorado de Chapadinha. No entanto seus votos devem ser anulados, após a comprovação de que ele é político com contas de gestão e de governo reprovadas pelo TCU.
O advogado Carlos Sérgio Barros em contato com este jornalista fez um questionamento que merece ser respondido: “Porque o nome dele não estava na lista? É um escândalo!”. 
Diante do exposto, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão deve indeferir a candidatura de Magno Bacelar e a prefeita Belezinha deve ser proclamada reeleita em Chapadinha.
Compartilhe via: