terça-feira, 11 de outubro de 2016

Você já deve ter ouvido falar em "Noz da Índia"; Essa matéria é para você.

Noz-da-Índia

De tempos em tempos surgem produtos para emagrecer que prometem eliminar os quilos a mais sem muito esforço. Essa parece ser também a promessa dos divulgadores da noz da índia, que afirmam que a semente ajuda a emagrecer.

Seria então a noz da Índia o segredo para um emagrecimento saudável e sem sacrifícios? Ou será que a noz da Índia faz mal à saúde?

O que é?

Noz da Índia é a semente do fruto da árvore ornamental conhecida como nogueira-de-Iguape, ou Aleurites moluccana.

Trazida da Ásia, a planta se adaptou muito bem à região amazônica e nos últimos anos tem sido divulgada como uma semente emagrecedora.

Para Que Serve?

Praticamente não existe evidência científica sobre os benefícios da noz da Índia, mas acredita-se que a semente sirva para:
  • emagrecer;
  • baixar o colesterol;
  • tonificar e estimular o crescimento de novos fios de cabelo;
  • reduzir as dores da artrite;
  • curar afecções de pele;
  • melhorar as taxas de colesterol;
  • induzir ou interromper a diarreia;
  • diminuir a celulite.
Na medicina tradicional asiática, a noz também é utilizada para tratar gonorreia, dores de cabeça, cicatrizar úlceras estomacais e baixar a febre.

Propriedades

A prensagem das sementes da nogueira-de-Iguape resulta em um óleo com alto teor de ácidos graxos essenciais (40% dele é composto por ácido linoleico e 29% por ALA, ou ácido alfa-linolênico) e antioxidantes, como as vitaminas E, C e A.
A noz da Índia ainda contém potássio, magnésio, fósforo e cálcio; e em menor quantidade, cobre, zinco, ferro e selênio.

Noz da Índia emagrece mesmo?

Como dissemos acima, não há qualquer tipo de estudo clínico desenvolvido com seres humanos que tenha comprovado que a noz da Índia emagrece. O que sabemos é que o óleo extraído das sementes da A. moluccana têm forte ação purgativa e pode também atuar como um antioxidante.
Ou seja: é possível que a noz da Índia favoreça o emagrecimento através da eliminação de líquidos e da redução das inflamações.

De maneira semelhante a outros óleos vegetais, a gordura da noz da índia pode ainda favorecer a saciedade, facilitando o controle das porções à mesa. Acredita-se que o óleo também estimule a termogênese, isto é, a queima de gordura.

Mas, muito embora existam inúmeros sites na internet dizendo que a noz da Índia emagrece, não podemos afirmar isso sem comprovação científica.

A Noz da Índia faz mal?



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proíbe a venda da noz da Índia, mas muitas pessoas acabam encontrando a semente pela internet. De acordo com o órgão de saúde, a noz da Índia é tóxica quando consumida oralmente, e seu uso pode levar ao óbito.

Além de diarreia e aumento da frequência urinária, a ingestão de noz da Índia faz mal porque pode causar intoxicação grave, uma vez que a planta contém toxialbumina e saponina, dois princípios ativos tóxicos.

Mas os asiáticos não utilizam a semente para curar uma série de problemas de saúde? Na realidade, a medicina ayurvédica propõe o uso das sementes cozidas, e ainda sim em pequena quantidade. Para as condições de pele e tratamento do cabelo o uso é tópico, através da aplicação do óleo diretamente sobre a área a ser tratada.

Já no Brasil as pessoas têm consumido a semente crua – e muitas vezes em grande quantidade – para acelerar a perda de peso. Quando utilizada desta maneira, a noz da índia pode levar à morte.
Portanto, o veredicto é: noz da Índia faz mal e não deve ser utilizada para emagrecer ou mesmo para regularizar o intestino.

Ainda que existam grupos discutindo os benefícios da noz da índia e relatos (que veremos logo abaixo) sobre as propriedades da semente da Aleurites moluccana, não recomendamos em hipótese alguma o uso oral da noz da Índia.

Efeitos colaterais da Noz da Índia 

s cramps
Como pouco se sabe sobre o uso da semente ainda crua, os efeitos colaterais conhecidos até o momento são de fato relatos de quem já utilizou o alimento para emagrecer.
De acordo com os usuários da semente, os efeitos colaterais da noz da Índia mais comuns são:

  • Forte diarreia;
  • Flatulência;
  • Dores de estômago;
  • Inchaço nas pernas;
  • Enjoo;
  • Taquicardia;
  • Problemas respiratórios;
  • Desidratação;
  • Dor de cabeça.
Como é diurética, a noz da índia também pode causar dores musculares, hipotensão (pressão baixa) e sensação de fadiga.

Contraindicações

Nós já vimos que a noz da Índia faz mal e não deve ser utilizada para emagrecer. Mas o consumo da semente é ainda mais contraindicado para gestantes, lactantes e pessoas com histórico de problemas cardíacos, renais e hepáticos.

Crianças, idosos e pessoas que estejam fazendo uso de medicamentos também devem evitar a ingestão de noz da Índia para emagrecer ou para qualquer outra finalidade.

Como Tomar 

images-10
Os asiáticos consomem a noz da índia cozida e sempre em pequenas quantidades – exatamente como um tempero. Aqui no Brasil, embora muita gente utilize a noz da Índia crua para emagrecer, produtores da semente recomendam que a mesma seja colocada em água quente.
Ferve-se um pouco de água e nela se acrescenta 1/8 de uma semente de noz da Índia. Em seguida, a mistura é deixada em infusão por 5 minutos – e então estaria pronta para consumo.
Como pode causar danos ao estômago, não é recomendável consumir a semente em jejum.
Outra orientação de como usar a noz da Índia é sempre tomar pelo menos dois litros de água durante o dia, a fim de prevenir problemas renais e a desidratação causada pela semente.

Relatos

Confira alguns depoimentos sobre a noz da Índia:

– A favor da semente:

  • “Estou tomando há três meses, emagreci só três quilos, mas não fiz dieta. Estou tomando mais para regularizar o intestino (que agora funciona bem), mas percebi que minha cintura afinou e não tenho mais vontade de comer doces. Minha fome diminuiu pela metade e agora vou fazer uma alimentação balanceada para chegar no peso ideal.”;
  • “Perdi pouco peso, mas posso ver que minhas medidas diminuíram. Estou tomando há três semanas, junto com bastante água e uma banana para evitar a perda de potássio, e me sinto muito bem.”;
  • “Tomo há mais de um ano e perdi cerca de 15 quilos apenas de barriga. Nos primeiros dias senti dores no corpo e tive diarreia, mas hoje já não sinto mais nada disso.”;
  • “Já tomo a semente há quatro meses, e perdi oito quilos sem fazer exercícios. Não tive nenhum efeito colateral, exceto ir ao banheiro mais vezes. A noz da Índia não faz milagres, mas ajuda muito.”;
  • “Eu não uso a noz da Índia para emagrecer, mas sim para controlar o intestino. A semente tem regularizado meus movimentos intestinais e já não fico constipada ou inchada como antes.”

– Contrários ao uso da noz da Índia:

  • “Estava com os exames de saúde em dia quando comecei a tomar a noz da Índia. Comprei as sementes com certificado, mas mesmo assim tive muitos efeitos colaterais. Estou com seios doloridos, cheia de nódulos e uma séria infecção urinária”;
  • “Já estou tomando a noz há duas semanas mas ainda não perdi nada de peso. Estou me sentindo muito mal, com muitas dores nos seios e diarreia à noite.”;
  • “Nos primeiros dez dias com a noz da Índia eu perdi 900 gramas de forma rápida, mas isto trouxe consequências, como dor muscular atroz. Nos 10 dias seguintes fiquei doente, com insônia e dor óssea. Perdi somente 1,8 kg em 20 dias e decidi parar o tratamento. “;
  • “Na primeira semana de uso eu não senti nada, mas estou na segunda e agora tenho nódulos por todo o corpo e estou com uma diarreia fora do comum (tenho até medo de rir e não conseguir segurar). Isso porque meu intestino é naturalmente preso.”;
  • “Uso a noz corretamente, conforme a descrição da embalagem, mas senti muita dor no corpo. Não estava urinando normalmente, mesmo bebendo dois litros de água por dia. A dor muscular atingiu os membros inferiores e minhas pernas incharam muito. Fui internada com suspeita de trombose, mas os exames deram negativo. Sentia muita falta de ar e taquicardia, fiz vários exames e não deu nada. Parei de tomar a noz e tudo voltou ao normal.”

Chapéu-de-Napoleão


Não bastasse sua comprovada toxicidade, a noz da Índia ainda pode ser confundida com outra semente ainda mais tóxica, o chapéu-de-Napoleão (imagem acima).
O consumo da planta pode causar desde vômitos, cólica e diarreia até graves problemas cardíacos. Há relatos de morte após o uso do chapéu-de-Napoleão para emagrecer.

Considerações finais

Mesmo com todo o aviso de que a noz da Índia faz mal, você ainda pode se sentir tentado a utilizar a semente para emagrecer.
Ainda que você supostamente encontre alguma evidência científica comprovando que a noz da Índia emagrece, sua toxicidade e os inúmeros efeitos colaterais já deveriam ser um bom motivo para fazê-lo desistir da ideia.

É claro que um peso dentro da faixa ideal do IMC é essencial para a saúde, mas ainda mais importante é não prejudicar o corpo apenas para atingir o peso dos sonhos.
Uma reeducação alimentar dentro de um programa de emagrecimento que leve à perda média de 0,5 kg por semana ainda é a melhor maneira de emagrecer e manter a saúde. Produtos e suplementos que prometem milagres podem até levar à perda de peso, mas o preço cobrado muitas vezes é alto demais.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)


Referências adicionais:

Leia mais http://www.mundoboaforma.com.br/noz-da-india-faz-mal-efeitos-colaterais-e-como-tomar/#tHr25vdm24ZMBWdV.99

Compartilhe via: