domingo, 13 de novembro de 2016

Convivendo com o perigo


Não dá pra negar. Cada vez que passo pela BR 222, entre os bairros Campo velho e Vila Brasil, bate aquela sensação de angústia, só de olhar aquelas casas lá no alto do morro, à beira do abismo. E olha que isso já vem há algum tempo. Mas agora parece que a erosão está bem mais perto das casas. O muro já está na linha do desabamento.



Esperamos que nada de ruim aconteça. Mas o risco é iminente, e não dá pra negar.
Compartilhe via: