.

.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Marcelo Marinheiro elogia tapa-buracos e instalação de sala odontológica no HAPA e cobra Caema por água no Recanto dos pássaros

Do  Portal CN1

Sexta-Feira, 24 de fevereiro de  2017
Vereador Marcelo Marinheiro (PTN)
Durante sessão ordinária realizada nesta quinta-feira (23), na Câmara Municipal de Chapadinha, o vereador Marcelo Marinheiro (PTN)  no seu pronunciamento parabenizou o prefeito Magno Bacelar por atender seu requerimento verbal, na qual solicitou  a operação tapa-buraco na entrada da cidade. Marcelo Marinheiro, destacou  a instalação no HAPA de uma sala odontológica que irá atender pacientes nos finais de semana e solicitou a mesa diretora uma resposta da Caema em relação o abastecimento de água no Recanto dos Pássaros. 


Trechos do pronunciamento do vereador Marcelo Marinheiro. 

Tapa-buraco
"Incio as minhas palavras fazendo um agradecimento ao prefeito Magno Bacelar, que na primeira sessão ordinária  que realizamos  nesta casa, fizemos um requerimento verbal  solicitando uma operação tapa-buraco, e que de imediato a prefeitura  atendeu dando inicio as obras. Todos nós sabemos que  um cartão postal de uma cidade é a entrada. Eu tenho certeza, que as obras que estão sendo realizadas ameniza a situação do tráfego  de veículos".

HAPA
Estive hoje no Hospital Regional Antônio Pontes de Aguiar,  HAPA,  e me deparei com algumas situações realmente diferentes. Vimos médicos competentes atendendo os pacientes  com muito respeito, inclusive eu e  a vereadora Nildinha, que  esteve no local. Fiquei surpreso  com a instalação uma sala odontológica que vai  atender as pessoas nos finais de semana, lembrando que os postos de saúde não funcionam sábados e domingos.  Aproveito para parabenizar mais uma atitude positiva do prefeito. Eu só tenho a dizer, que é isso que a gente quer para o  nosso povo, o povo espera isso dá gente, na verdade está cobrando de direito do vereador".


ÁGUA
Aproveito para trazer uma reclamação dos moradores do Recanto dos Pássaros a respeito do poço artesiano perfurado pelo governo do Estado, que não está indo água para os moradores. Estive hoje pela manhã com alguns técnicos, e ali  perguntei sobre a situação, pois não tínhamos respostas pra dar ao povo.  Segundo os técnicos, a  caixa d'água precisa de recursos pra terminar a instalação, e a rede de distribuição de água não esta no orçamento que foi feito pelo governo, e como fica?  Eu quero que a senhora presidente  solicite a Caema  uma resposta sobre essa situação, porque o povo precisa da água e temos que cobrar", finalizou. 
Compartilhe via: