segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

UM REGISTRO ESPECIAL, com colegas narradores esportivos do Maranhão

Foi durante nosso trabalho, na cobertura do jogo entre Santa Quitéria e Sampaio (2 x 1), ontem (19 de fevereiro de 2017) em Santa Quitéria (MA).

Com uma narração vibrante e cheia de emoção, Laércio é um dos melhores narradores do Maranhão.

Neste jogo de ontem, ele estava num "ping-pong" com outra grande fera da narração esportiva maranhense, Gílson Rodrigues, que acompanhava o jogo entre Moto e Cordino (2 x 2).

Em tempo: na época de ouro do Galo da Chapada, fiz muitas transmissões com a galera da Mirante SLZ, principalmente com Gílson Rodrigues e o lendário Fontineles (in memorian) e o gente fina Técio Dominicci, que comanda as informações direto do estúdio.

Também já tive o prazer de trabalhar com outras figuras muito bacanas do rádio maranhense, como Edvan Fonseca, Roberto Fernandes, Gil Porto, Jorge Aragão e Emanoel Ribeiro, o “Ligeirinho”, entre outros da capital, além da galera de Imperatriz, Marcelo Rodrigues, Francisco Du Valle, Carlos Dantas, Carloto Jr. e Vidal Moreno, o primeiro narrador esportivo com quem trabalhei no ano de 1992, ou seja, há 24 anos.



Não podia deixar de lembrar do nosso inesquecível Roberto Nunes, o "Garotinho”, com quem trabalhei por mais de cinco anos na Mirante AM de Chapadinha. Esse sabia emocionar a galera do Galo da Chapada. Quando gritava gol, parecia que ia infartar, de tanta emoção.

Quem não lembra dele narrando os gols do nosso atacante Toinho Cortez? “Goooooooooooooooooooooooooooooollllllllll, do Gaaaaaaaaaaalooooooooooo! Co-co-co-Cortez!!! Com Cortez não tem talvez! Ele foi pra rede outra vez!!!” E depois, quando ele respirava um pouquinho, me perguntava: “Ô trepidante, o que é que só você viu??”

Não tem como não me emocionar, lembrando de tudo isso. Muito bom fazer parte desta história.
Compartilhe via: