.

.

segunda-feira, 13 de março de 2017

DECEPÇÃO: UPA de Chapadinha terá apenas funcionários de fora da cidade; Vereadores criticam

Resultado de imagem para vereador marcelo meneses

Por William Fernandes - segunda, 13 de março de 2017

Está causando a maior polêmica a notícia de que a UPA de Chapadinha, que foi construída durante a gestão Belezinha, e que será inaugurada no dia 29 de março, dia do aniversário da cidade, não terá funcionários de Chapadinha. Isso mesmo! Este foi um dos principais assuntos discutidos na sessão desta segunda (13), na Câmara Municipal de Chapadinha.

Os vereadores aprovaram a concessão da UPA para ser administrado pelo Governo do Estado. Para surpresa dos vereadores e decepção dos profissionais chapadinhenses da área de Saúde, que estudaram anos pensando em uma oportunidade de emprego, o quadro de funcionários será todo de fora.

O Vereador Marcelo Meneses foi um dos maiores críticos. "Eu não acredito que a UPA de Chapadinha vá funcionar com profissionais do Governo do Estado. Eu acho que Chapadinha tenha pessoas competentes, técnicos de enfermagem  competentes, enfermeiros  competentes, médicos competentes, enfim. Eu acho que nós não precisamos trazer médicos de São Luís não!" reclamou o parlamentar.

Para o vereador, o correto seria a prefeitura indicar os funcionários e o governo pagar os salários. "Vai sair muito mais caro pagar café da manhã, almoço, janta, hotel, tudo enfim. Vai ser três vezes pior o gasto para o Estado, podendo ele contratar gente que já mora em Chapadinha", completou Marcelo Meneses.

Resultado de imagem para vereador marcelo marinheiro

O vereador Marcelo Marinheiro sugeriu que fosse convidado o representando do governo do estado na região, Irmão Gomes, para dar esclarecimentos sobre esta informação.

O vereador Nonato Bacleco disse que as UPAs do Maranhão são administradas por institutos terceirizados, que nromalmente fazem seletivos, no entanto, a UPA de Chapadinha será inaugurada dia 29 de março, mas não foi realizado seletivo para a contratação de profissionais.

Baleco, que votou em Flávio Dino, criticou a articulação do governo do estado em Chapadinha. "Esta articulação política não se pronuncia sobre nada. Nós não sabemos para que serve esta articulação política aqui, que não articula em nada", detonou o vereador.

A vereadora Misse Clay também criticou o Irmão Gomes: "É importante ue esse articulador político articule com os vereadores, pois nós também somos representantes de Chapadinha. Esta casa merece respeito".

Caso a situação não seja revertida, será atestada a falta de força política tanto do prefeito, quanto do deputado Levi junto ao governador Flávio Dino.
Compartilhe via: