.

.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Após tentativa de estupro, jovem mata cunhada de 17 anos e comete suicídio na delegacia


Um rapaz identificado como João Oliveira de Moura, 20 anos, estrangulou a própria cunhada de 17 anos. Após assassinar a cunhada, Isabela Ferreira, ele atirou o corpo da adolescente no rio. Após ter confessado e crime e ter sido indiciado ele comete suicídio dentro da delegacia.

Ele foi preso na madrugada deste domingo (14), suspeito de matar estrangulada a adolescente de 17 anos, no bairro Potiguara, em Itu (SP). De acordo com informações da Polícia Militar.
O sumiço de Isabela preocupou a família, que procurou a PM para registrar o sumiço da adolescente. A polícia conseguiu descobrir que a vítima teria sido vista pela última vez quando estava entrando no carro de João Moura. O suspeito atraiu a vítima mentindo para ela que a irmã estava no carro esperando por ela. Após ter sido procurado pelos policiais para dar informações sobre o paradeiro de Isabela, o cunhado demonstrou muito nervosismo.

O carro do assassino foi vistoriado e nele foram encontradas marcas de sapato no painel e sangue no banco do passageiro, indicando luta corporal. João acabou confessando que estrangulou a jovem porque ela resistiu ao estupro. Ele contou também que o corpo da cunhada até a ponte e atirou no rio Tietê acreditando que ela já estaria morta.

João foi preso preventivamente por tentativa de estupro e feminicídio. Logo após ter sido indiciado ele se suicidou dentro da delegacia de  polícia no interior de São Paulo.
Compartilhe via: