quarta-feira, 31 de maio de 2017

Santa Quitéria faz grande manifestação e diz não à venda de bebidas e cigarros a menores

 Blog do William Fernandes – 31 de maio de 2017

Foi realizada na manhã desta terça, 30 de maio, em Santa Quitéria, uma grande caminhada de conscientização contra a venda de bebidas alcoólicas e cigarros a menores de idade. 

O evento foi realizado em uma parceria da prefeitura municipal, por meio das secretarias de Assistência Social (CRAS/CREAS), de Educação e de Saúde, e Ministério Público, Conselho Tutelar e CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Teve início às 8h30 da manhã, saindo de frente à secretaria municipal de Educação, passando pela avenida Santos Dumont, até a Praça JK, onde houve pronunciamentos do prefeito Alberto Rocha e de representantes de entidades em defesa da criança e do adolescente. O sargento PM Abílio, instrutor do PROERD também participou.

O prefeito Alberto Rocha disse que vai dar todo o apoio para evitar a venda de bebidas a crianças e adolescentes. “Sabemos que em todo o Brasil, a bebida alcoólica é uma das principais responsáveis pela destruição de lares e da vida de milhares de pessoas, em função de acidentes e violência. Vamos dar total apoio para combater isso em Santa Quitéria. Não estamos proibindo donos de bares de vender seu produto, ou fechando bares, mas levando a conscientização de que eles têm que parar de vender bebidas a crianças e adolescentes”.





Mais de mil pessoas, entre secretários municipais, outros membros da equipe do governo municipal e estudantes participaram da caminhada. A maioria eram estudantes de escolas da rede municipal. “Acho muito importante esta manifestação. Temos que acabar com a venda de bebidas a menores, para diminuir o número de pessoas na cadeia, mortas ou em leitos de hospitais, provocados por acidentes”, disse a estudante Jeyslanne Nascimento, do 8º ano do Colégio Cônego Nestor.

“Quando a criança bebe, não é só a bebia. Junto vem as drogas e abusos sexuais. As pessoas maiores que dão bebidas a menores, levam elas para outros caminhos, tirando-as das escolas e as levando ao caminho da perdição”, Thamires Clímaco, do 9º ano, do Cônego.

Crime

A Lei 13.106/2015, sancionada no dia 17 de março de 2015, altera dispositivos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e estabelece pena de até quatro anos de prisão para quem vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar bebida alcoólica ou outros produtos que possam causar dependência psíquica para crianças ou adolescentes. A multa pelo descumprimento varia de R$ 3 mil a R$ 10 mil, além da possibilidade de fechamento do estabelecimento comercial até pagamento da multa.

Em Santa Quitéria haverá fiscalização constante em festas e bares e outros estabelecimentos comerciais, visando coibir a venda de bebidas a menores.

DENÚNCIAS

Denúncias podem ser feitas aso conselheiros tutelares de Santa Quitéria:
Irian Lopes: (98) 98851-9220
Alcionete Martins: (98) 98754-4960
Maria Zélia: 99975-4984
Nayane Santos: 98727-8111

Eder Brito: 98851-9220
Compartilhe via: