terça-feira, 13 de junho de 2017

Sobre os Jogos Escolares Chapadinhenses 2017: vou falar

(Obs.: as fotos que você vê nesta postagem são todas do ano passado - 2016)
Em 2016, ginásio completamente lotado em todos os jogos
Gostaria de lamentar que os JECs este ano (2017) estejam recebendo muitas críticas quanto à organização. "Uma verdadeira bagunça! Ninguém sabe a quem recorrer numa necessidade." me disseram ontem.

São várias as pessoas que me procuraram para relatar falhas na gestão dos jogos.

VEJA ABAIXO, ALGUMAS FOTOS DE 2016: EMOÇÃO E GINÁSIO SEMPRE CHEIO





Lamento que esteja assim, pois nos anos anteriores teve muitos elogios, apesar de eventuais falhas que tenham ocorrido.

Espero que a partir de hoje, os responsáveis deem uma atenção maior a esta competição e, consequentemente aos atletas e demais envolvidos, pois os JECs são a maior competição esportiva do Baixo Parnaíba Maranhense.

Cheguei até a me animar, com a abertura, tanto que postei várias fotos no meu blog, pois momentos como este não podemos olhar e fazer de conta que não existem. Mas, para minha decepção, me disseram que não foi tão bonito assim quanto pareceu nas fotos. "Ninguém sabia nem o que fazer durante a programação. Parece que não tinha um roteiro" me relatou outra pessoa.

Em 2015, casa cheia também

Um momento que é reservado aos atletas, as estrelas da festa, mas fiquei sabendo que até o prefeito e mais gente entrou correndo com a tocha olímpica nas mãos. Por quê? Pra quê?

Estou tirando um tempinho pra falar sobre isso, porque já fui secretário de Esportes e sei o quanto é importante fazer um trabalho mais efetivo e menos festivo (no sentido mambembe da palavra), para a verdadeira valorização do nosso esporte.
  • Na abertura, faltou ônibus na quantidade suficiente para transportar alunos/atletas;
  • Faltou lanche (apesar do grande atraso no início da programação);
  • O som era ruim, ninguém conseguia ouvir o que estava sendo falado;
  • Arrancaram os banners que enfeitavam as paredes do ginásios, com atletas de várias modalidades (isso custou dinheiro público e contava a história dos jogos do ano passado. Deveria ser mantido por mais algum tempo);
  • Teve escola em que todos os alunos entraram calçados apenas de “japonesas” (feio, pra escola e pros organizadores do evento. Demonstra bagunça e desinteresse);
  • No estádio, não há marcação do campo e nem água para os atletas; No ginásio também falta água.
Enfim. Estou apenas fazendo uma crítica construtiva, baseado em relatos de participantes da competição, com a finalidade de que as coisas possam ser tratadas com mais dedicação e carinho por parte dos nossos administradores. Não se trata de uma crítica pessoal a ninguém, apenas ao "modelo novo", que só nos traze lembranças de um passado indesejável.

-------------------------
Em tempo: Acabei de saber que teve brigas com pessoas armadas. Foi a maior correria, e não havia segurança.
----------------------------
Se tudo isso que relatei não corresponder aos fatos, me desmintam. estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.
Compartilhe via:
Postado em