.

.

domingo, 23 de julho de 2017

Instalada em Chapadinha a primeira usina de energia solar da cidade

O estabelecimento vai poupar cerca de R$ 1,8 milhões, considerando os reajustes na tarifa de energia



Blog do William - Com informações da enovaenergia.com.br

Com o objetivo de reduzir custos e aumentar a competitividade dos negócios, o jovem empresário Rodrigo Teles, proprietário do Mercadinho Maythá, em Chapadinha (MA) decidiu implantar a primeira usina de energia solar da cidade. O projeto vai gerar uma economia de mais de R$ 20 mil em energia elétrica. Em 25 anos, tempo de garantia do sistema, o estabelecimento vai poupar cerca de R$ 1,8 milhões, considerando os reajustes na tarifa de energia.

O empresário Rodrigo Teles (esq) com representante da Enova

Composta por 80 painéis solares, a usina foi instalada na semana passada, sobre o telhado do Mercadinho Maythá, empresa em expansão na região. Segundo Rodrigo Teles, a crise econômica dos últimos anos indicou a necessidade do investimento. Pensando nisso, decidiu se tornar autoprodutor de energia e buscou a assessoria da Enova, que projetou, forneceu, instalou e vai monitorar o sistema.

A Enova assinou o contrato com o supermercado em janeiro deste ano. O projeto conta com financiamento do Banco do Nordeste, através da linha FNE Sol, que possui condições diferenciadas para implantação de sistemas de geração de energia limpa. Com a taxa e os prazos do financiamento, as parcelas a serem pagas ao banco são inferiores ao valor pago atualmente na conta de luz.

“A Enova é responsável por todas as etapas da implantação do projeto, incluindo o dimensionamento, homologação na concessionária de energia, fornecimento e instalação de todos os equipamentos. Além de monitoramento do desempenho do sistema e auditoria das contas de energia” – explica Cláudio Martins, Diretor Comercial da empresa.

A usina vai entrar em operação dentro de poucos dias e vai atender cerca de 95% da demanda do estabelecimento. Nos meses em que a produção for superior ao consumo, o Mercadinho Maythá acumulará créditos junto à concessionária de energia (CEMAR), que poderão ser utilizados em até cinco anos no próprio supermercado ou em qualquer outra unidade consumidora do estado que esteja vinculada ao mesmo CNPJ.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo

Rodrigo disse que está bastante animado com o investimento, tanto que será o representante do projeto na região e aconselha outros empresários a investirem no negócio.
Compartilhe via: