.

.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Advogado do Fórum de Brejo-MA é morto a tiros em suposta tentativa de assalto em Teresina

Ozires Machado Neto
Ozires de Castro Machado Neto foi baleado com um tiro na cabeça ao chegar em sua casa / (Foto: Reprodução Instagram)

O  advogado Ozires de Castro Machado Neto, que  trabalha no Fórum da cidade de Brejo/MA, foi baleado na noite desta segunda-feira (12/09) com um tiro na cabeça ao chegar em sua casa no bairro Saci, zona Sul de Teresina. O rapaz foi socorrido pelo Samu e encaminhado para o HUT. Até ontem de manhã o estado dele era tido como gravíssimo, mas a morte foi confirmada pelo diretor e médico do hospital, Gilberto Albuquerque.
“Ele estava em observação de morte encefálica, iríamos dar entrada ao protocolo, mas a morte dele veio antes, parou tudo”, disse Albuquerque em entrevista ao OitoMeia.
Mais cedo a assessoria do hospital havia informado que Ozires estava em estado grave e que estava em observação de morte encefálica. O médico informou que todos os órgãos pararam e que ele veio a óbito às 11h05.
Gilberto informou ainda que ele estava em uma sala entubado e que a família já foi informada da morte do rapaz.
Segundo informações no coronel Jhon Feitosa, da Polícia Militar, ainda não se sabe a motivação do crime. “Tudo que sabemos é que dois sujeitos chegaram e dispararam cerca de cinco tiros contra a vítima e que depois eles roubaram uma moto e logo na frente entraram em um carro. Não podemos afirmar se foi tentativa de assalto ou crime premeditado”, diz ao OitoMeia.
ENTENDA O CASO
Por volta das 21h desta segunda-feira (11/09), o advogado identificado com Ozires de Castro Machado Neto foi baleado com um tiro na cabeça a chegar em sua casa no bairro Saci, zona Sul de Teresina. Na ocasião, dois homens chegaram enquanto o advogado entrava em sua casa de carro e efetuaram cerca de cinco disparos.
OitoMeia teve acesso a dois áudios mandados em grupos de Whatapp onde vizinhos relatam o ocorrido. Em um dos áudios um homem relata o roubo da moto após o crime. “Parece que não foi  assalto, porque foram cinco tiros. Os caras roubaram uma moto e abandonaram perto do centro de produção, depois entraram em um carro”, diz a pessoa no áudio.  No outro, uma mulher relata como foi o ocorrido. “Foi com um vizinho nosso aqui, na hora que ele ia chegando em casa atiraram nele, foi cinco tiros”, comentou a mulher.
O caso foi encaminhado para a Polícia Civil que vai investigar as motivações do crime e tentar localizar os homens que efetuaram os disparos.
Do OitoMeia
Compartilhe via: