.

.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Taxista é achado vivo em vala após bandido indicar local do 'cadáver'

Cilio Ferreira estava desaparecido desde quarta-feira (18), em Cananéia, litoral paulista. Suspeito achou que havia matado o taxista, mas vítima foi resgatada com vida.

Taxista foi encontrado esfaqueado em uma vala próximo a rodovia (Foto: Arquivo Pessoal)

Por G1 
Um taxista que estava desaparecido desde a última quarta-feira (18) foi encontrado, ferido, jogado em uma estrada de Cananéia, no litoral de São Paulo. De acordo com informações da polícia, ele foi sequestrado e esfaqueado. O suspeito do crime, identificado como Daniel da Silva Santos, que achava que tinha matado a vítima, já foi preso e confessou ter sido o autor do ataque.

Segundo testemunhas, o taxista Cílio Ferreira foi acionado, durante o expediente, para fazer uma corrida em Pariquera-Açu, cidade vizinha de Cananéia, no fim da tarde de quarta-feira. Depois disso, ele não foi mais visto. Os familiares acabaram procurando a polícia e um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado.

Durante toda a quinta-feira (19), os policiais colheram depoimentos e conseguiram rastrear o suspeito. Ele foi preso e confessou ter acionado o taxista para roubá-lo. Em depoimento, o suspeito afirmou que esfaqueou o motorista no pescoço, para roubar o veículo, e que tinha a intenção de matá-lo. Acreditando que Ferreira já estava morto, o homem jogou o corpo em uma vala.

Quando os policiais chegaram ao local apontado pelo suspeito, encontraram a vítima ainda viva e com graves ferimentos no pescoço. O taxista foi imediatamente encaminhado para o Hospital Regional de Pariquera-Açu, onde permanece internado sob cuidados intensivos após passar por uma cirurgia neurológica e torácica. O suspeito, que já tem passagem pela polícia e é fugitivo da cadeia de Cananéia, está preso e responderá pelo crime de tentativa de latrocínio.
Compartilhe via: