.

.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Herança maldita: Corte de energia da prefeitura de Anapurus é resultado de dívida milionária deixada pela gestão passada



Na tarde dessa quarta-feira, 22 de novembro de 2017, blogueiros ligados a ex gestora municipal de Anapurus Tina Monteles e a Julio Cesar, noticiaram o corte de fornecimento de energia elétrica pela CEMAR na prefeitura do município de Anapurus, tentando de maneira pífia responsabilizar o atual governo. Porém, esses esqueceram, ou melhor não tiveram coragem de dizer que a divida contraída com a CEMAR foi deixada pela gestão passada, uma “herança maldita” no vultuoso valor de mais de R$ 808 mil reais, quase um milhão em debito somente com a fornecedora de energia elétrica,  situação que sempre foi motivo de preocupação da gestão atual, sendo que desde o inicio do ano a atual gestora vem tentando negociar e realizar o pagamento, o que já foi mostrado inclusive por diversas páginas que vem acompanhando o trabalho do atual governo.

A gestão atual tem realizado pagamentos mensais, mesmo com grande sacrifícios dada a crise econômica visível em município vizinhos e demais municípios brasileiros, e ainda tendo que manter a prestação de todos os serviços a todo vapor em Anapurus, entretanto o valor deixado em inadimplência é altíssimo, e a liminar que havia sido concedida pela comarca de Brejo que proibia o corte todos esse anos, foi retirada há poucos meses atrás.

A Gestão atual carrega hoje o pesado e caríssimo fardo de dividas, resultantes da irresponsabilidade de uma gestão passada que não cumpria e que deixou de pagar não só a CEMAR, CAEMA, como Conselho de Química, Conselho de Farmácia, PASEP, diversos fornecedores, Precatórios com o Tribunal de Justiça dentre outras incontáveis dividas etc... Mesmo com esse grande peso a Prefeita atual tem trabalhado incansavelmente e enfrentado a crise e todas as dificuldades com trabalho, a oposição que não faz um matéria mostrando os inúmeros benefícios e incontáveis trabalhos, não seaguenta de tanta frustração e ressentimento com a derrota e agora busca uma divida que foi culpa da gestão que faziam parte, e que nunca noticiaram, para tentar sujar o nome e o bom trabalho da atual gestão.

Vergonhosa a atitude dos referidos, deixando claro o descrédito com a impressa seria e ainda deixando claro o desespero em atacar um governo que trabalha!
Compartilhe via: