.

.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

TÉCNICA COM ESPUMA PARA COMBATER VARIZES ESTÁ DISPONÍVEL NO CMAC

Veias dilatadas e tortuosas que se que se desenvolvem abaixo da pele, as famosas varizes, acomete mais da metade da população brasileira, dessas 45% são mulheres, esses são os dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV). O problema vai além da estética, porque em situações mais sérias, pode agravar para uma dermatite, trombose, hemorragias e até úlcera. 

Mas o CMAC tem uma boa notícia, o angiologista Antonino Moita, está realizando o procedimento escleroterapia ecoguiada com espuma – ou, simplesmente, polidocanol, que consiste em aplicar uma substância esclerosante chamada Poidocanol, em forma de espuma, diretamente nas varizes, até que estas desapareçam. 

O método tem benéficos a mais  em relação aos tratamentos convencionais, porque não tem  cortes, é indolor e rápida (dura apenas 20 minutos). O resultado completo pode ser observado em até 30 dias. Uma das pacientes atendidos no CMAC é a estudante Lorena Thayná. “Eu tinha aqueles vasinhos indesejáveis nas pernas e que incomodavam muito, tanto esteticamente, quanto com dores também. O médico aplicou uma substância nas veias mais esverdeadas, e assim melhorou o aspecto das veias mais avermelhadas. Se engana quem pensa que só tirando as vermelhas já melhora, eu pensava assim, mas não, precisa tratar primeiro as veias verdes e depois as vermelhas. As minhas pernas ficaram melhores do que eu esperava, gostei muito e recomendo”- destacou ela. 



A eliminação das varizes e pequenos vasinhos com a escleroterapia com espuma é praticamente definitivo porque o vaso tratado não voltará a apresentar variz, no entanto, outras varizes podem surgir porque este também tem uma característica hereditária.

ASCOM
Compartilhe via: