.

Visit Namina Blog

...

Youtubers com máscara de caveira fazem pegadinhas e acabam detidos pela Força Tática em Pedreiras/MA

Um fato curioso foi registrado na Cidade de Pedreiras. Dois adolescentes, ambos com 16 anos, se programaram para fazer uma pegadinha no Centro comercial da Cidade. Eles, porém, não contavam com a presença da equipe da Força Tática que estava na área.

Saíram de casa com uma mochila, onde carregavam uma máscara de caveira e bombinhas. Na Praça Corrêa de Araújo, encontraram a primeira vítima: uma idosa que tem cerca de 70 anos. O adolescente maquinalmente detonou uma bombinha atrás do banco, onde estava sentada tranquilamente a senhora; após a explosão, ele se jogou na frente dela, usando a máscara de caveira, gritando, uivando e fazendo toda aquela encenação para assustá-la. A idosa entrou em pânico, aterrorizada. O outro adolescente estava próximo, achando graça, enquanto registrava tudo com seu celular. Além da idosa, outras pessoas que estavam na praça ficaram assustadas.

A viatura da Força Tática de Pedreiras passava pelo local naquele momento, e nos últimos dias, os policiais estavam atrás de assaltantes mascarados que estão agindo em Pedreiras. Os PMs estranharam aquela presepada toda e prontamente agiram.

Ao avistar a polícia, foi à vez dos adolescentes ficarem assustados. Ainda tentaram escapulir, mas o cerco já tinha sito montado. Eles foram contidos pela Força Tática e conduzidos para a delegacia de Pedreiras.

No trajeto e na delegacia, com cara de choro e amedrontados, juraram que eram pessoas de bem e explicaram que aquele chafurdo todo se tratava de uma “Pegadinha da TV” para eles colocar nas redes sociais. “Eu assustava as pessoas com a máscara e com as bombinhas, enquanto meu colega filmava. Nós somos Youtubers”, explicavam.

No entanto, o delegado não alisou para os menores. Enquanto aguardava a chegada dos responsáveis, meteu uma bronca daquelas nos meninos.

“Que tipo de brincadeira sem graça é essa? Vocês sabia que a senhora, que foi vítima do susto de vocês, passou mal? E se ele tivesse um problema cardíaco, já pensou na gravidade do ato de vocês?”, reclamava.

Com a chegada dos pais, os adolescentes foram liberados.