.

Visit Namina Blog

...

Greve em Chapadinha: Operários paralisam obras do IEMA por atraso de salários


Os operários que foram contratados para trabalhar na construção do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA)  de Chapadinha, estão de braços cruzados desde o último dia 21 de fevereiro.

Em contato com o Portal WF (William Fernandes), os operários disseram que a greve é devido ao atraso dos salários, que no próximo dia 5 de março completará dois meses.

Ainda de acordo com os operários, “o engenheiro responsável dizia que iria pagar em breve, mas nos últimos dias, nem apareceu mais para dar alguma justificativa”.




A obra de iniciativa do Governo do Estado, orçada em mais de R$ 11 Milhões, teve início em junho de 2017 e a previsão de término seria de 12 meses. Foi dividida em duas etapas: Primeira fase: execução do bloco pedagógico, com término previsto para fevereiro de 2018; Segunda etapa: Construção do auditório e do ginásio, com cronograma de término para outubro de 2018.

Os trabalhadores cobram a intervenção dos vereadores, dos deputados que representam a região e da prefeitura de Chapadinha, para que cobrem do governo do Estado uma solução imediata para o problema.

O Portal WF/Blog do William tentou contato com a empresa, mas não obteve resposta.
____________________________________
Nosso número para contato, caso a Ergus Engenharia queira se manifestar sobre a situação:
98 99210-7825