.

.

sábado, 7 de abril de 2018

"Vou me entregar e provarei minha inocência nas barbas deles!", diz Lula em discurso hoje

O ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos no ABC Foto: Leonardo Benassatto / Reuters

De cima de um carro de som na porta do Sindicato dos Metalúrgicos, o ex-presidente afirmou que o juiz Sergio Moro mentiu ao confirmar a acusação de que o tríplex era dele. Lula foi condenado pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

O Globo - Sábado, 7 de abril de 2018

SÃO BERNARDO DO CAMPO - De cima de um carro de som na porta do Sindicato dos Metalúrgicos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que irá se entregar à polícia e fez ataques ao Judiciário e à imprensa.

— Vou cumprir o mandado. E vocês vão ter que se transformar... vocês não vão mais se chamar Chiquinha, Joãozinho, Zezinho, Albertinho... Todos vocês, daqui para a frente, vão virar Lula e vão andar por esse país fazendo o que têm de fazer. Todo dia. Eles têm que saber que a morte de um combatente não para a revolução — disse Lula, durante discurso que se estendeu por 55 minutos.

O petista foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.
Compartilhe via: