Secretaria de Educação abre portas e propõe parceria com Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha

A Secretária Municipal de Educação Vânia Cristina, recebeu na última segunda-feira (18/2) parte da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha (SINDCHAP) para um diálogo franco e aberto.
A reunião aconteceu na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e contou com a presença do presidente do Sindicato Alcides e demais membros da diretoria do SINDCHAP.
Durante a reunião foi exposto a diretoria do Sindicato por meio de uma planilha detalhada, dados sobre todos os professores efetivos municipais, como: quantidade, onde estão lotados, níveis de formação, referências, quantos estão em sala de aula e quanto estão desempenhando funções na Semed ou em outros órgãos municipais, além do número de professores de licença e suas especificações.
Para Vânia Cristina é preciso que a Semed e o Sindicato se alinhem e se unam para estudar a folha de pagamento e o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) do município que diante do número de alunos por professor e dos recursos de FUNDEB corre o risco de não se sustentar financeiramente prejudicando assim os servidores da educação.
“O governo não tem nada a esconder e não temos a intenção de impor nada e muito menos prejudicar os servidores da educação que também somos nós aqui da Semed, nós queremos é transparência e que o SINDCHAP possa compreender a situação delicada pelo qual a educação perpassa e possa ser parceiro nesse desafio de garantir direitos e salários em dia, desafio esse que não é só da Administração e da Semed, mas sim de todos os servidores vinculados a educação” enfatizou a secretária de educação Vânia Cristina.
A Semed propôs ao SINDCHAP que sejam eleitos em assembléia os membros representantes da categoria que irão compor uma comissão que terá acesso a folha de pagamento do FUNDEB e todos os seus encargos e que discutirá soluções e proposições sobre o PCCR para que ambos possam, garantir direitos e salários se adequando a realidade estrutural e financeira da educação de Chapadinha.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon