Pai e mãe acusados de estupro são presos após filha recorrer ao suicídio em Governador Newton Bello; em carta, ela revelou que era estuprada por eles

Vítima, que deixou uma carta, cometeu suicídio, na cidade de Governador Newton Bello, e os acusados foram presos em cumprimento de ordem judicial.
Os acusados Rosinete Lima Neves e Edmar Cavalcante Neves estão presos; ele em Capadinha e ela, em São Luís.
A Polícia Civil do Maranhão prendeu o casal Edmar Cavalcante Neves, de 46 anos, e Rosinete Lima Neves, de 40 anos, acusados de estuprar a própria filha, Érica Neves, de 19 anos, que recorreu ao suicídio na cidade de Governador Newton Bello, a 294 km de São Luís. Os acusados foram presos, na quarta-feira (13), em uma loja de propriedade deles.

De acordo com as investigações, a garota sofria abusos sexuais desde 2015, quando tinha 15 anos. A polícia informou que a vítima chegou a escrever uma carta declarando que era forçada a beijar e a manter relação sexual com o seu pai, tendo a conivência da própria mãe.

Os celulares da Érica e dos pais foram apreendidos para serem periciados. A polícia acabou constatando que o casal tinha trocado mensagens com a vítima que confirmavam a ação criminosa.

O caso está sendo investigado pela Delegacia da Mulher de Zé Doca, coordenada pela delegada Lícia Giuliana. Após a prisão, ele foram levados para a Delegacia da Mulher de Zé Doca, onde prestaram esclarecimentos sobre o caso e autuados pelo crime de estupro qualificado.

Na quinta-feira, 14, Edmar Cavalcante foi encaminhado para o presídio daquela cidade, enquanto a sua esposa foi apresentada no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

do blog do Gilberto Lima.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon