quarta-feira, 13 de novembro de 2019 Acusados de incêndio a ônibus que matou a menina Ana Clara são condenados a mais de 150 anos de prisão - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

quarta-feira, 13 de novembro de 2019 Acusados de incêndio a ônibus que matou a menina Ana Clara são condenados a mais de 150 anos de prisão

Juntando a pena de Jorge Henrique Amorim Santos, Hilton John Alves Araújo, Thalisson Vitor Santos Pinto e Larravardiere Silva Rodrigues Júnior passa de 150 anos.


A Justiça condenou nesta quarta-feira (13), na 1ª Vara Criminal de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís, Jorge Henrique Amorim Santos, Hilton John Alves Araújo, Thalisson Vitor Santos Pinto e Larravardiere Silva Rodrigues Júnior, envolvidos na morte da menina Ana Clara Santos Souza, de seis anos, durante um ataque a ônibus na capital. A condenação de todos eles ultrapassa 150 anos de reclusão.

O julgamento que entrou pelo terceiro dia terminou por volta das 7h desta quarta. Depois de quase seis horas de elaboração, a sentença foi proferida pela juíza Laíza Paes Mendes e sete jurados votaram no julgamento. Wilderley Moraes, que estava preso na época do crime e foi apontado como mentor dos ataques, foi absolvido. O alvará de soltura dele já foi expedido pela Justiça.

Os acusados também respondiam pela tentativa de homicídio da mãe da menina, Juliane Carvalho, de Márcio Ronny, que teve 70% do corpo queimado ao entrar no ônibus em chamas, de Lohanny Beatriz e Abianci Silva Santos.

Hilton John Alves Araújo e Jorge Henrique Amorim Santos receberam a mesma pena. Cada um foi condenado a 50 anos, 6 meses e 15 dias de reclusão, mais 2 anos, um mês e 8 dias de detenção, e 233 dias-multa, pela acusação dos crimes de homicídio qualificado consumado, homicídio tentado qualificado contra três pessoas, organização criminosa, dano qualificado e constrangimento ilegal em concurso material (artigo 69 CP). Eles teriam sido os mandantes dos ataques e teriam dado ordem de dentro da Penitenciária de Pedrinhas.

Já o réu Larravardiere Silva Rodrigues de Sousa Júnior foi condenado a 47 anos, 5 meses e 15 dias de reclusão; 2 anos, 8 meses e 27 dias de detenção; e 233 dias-multa, pelos crimes de homicídio qualificado consumado, homicídio tentado qualificado contra três pessoas, lesão corporal culposa, organização criminosa, dano qualificado e constrangimento ilegal em concurso material.

O acusado Thallyson Vitor Santos Pinto recebeu a pena de 21 anos e 9 meses de reclusão; um ano de detenção e 27 dias-multa, pelos crimes de homicídio qualificado consumado, homicídio tentado qualificado contra três pessoas, organização criminosa, dano qualificado e constrangimento ilegal em concurso material.

Membros de facção

Os réus condenados pelo Júri Popular deverão cumprir as penas, inicialmente, em regime fechado. Não foi deferido o direito de recorrerem em liberdade, em razão, segundo a sentença, de “suas reconhecidas periculosidades, componentes que são da organização criminosa intitulada Bonde dos 40”.

O crime

Os cinco acusados e mais quatro menores foram recrutados para executar a ação ‘Salve Geral’, determinada por uma facção criminosa que age em São Luís, no dia 03 de janeiro de 2014. As investigações da Polícia Civil apontaram que a ordem para realização da ação teria partido do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Um dos menores teria entrado no ônibus que fazia linha para o bairro Vila Sarney Filho, ameaçou o motorista e a cobradora com um revólver e forçou que o veículo parasse no acostamento.

Em seguida, os cinco acusados apareceram, atearam fogo no ônibus, e ameaçaram os passageiros. A ação resultou na morte da menina Ana Clara Santos Souza, de seis anos, que teve 95% do corpo queimado.

do blog do Gilberto Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot