Maranhão descarta um dos casos suspeitos de coronavírus em São Luís - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

sábado, 29 de fevereiro de 2020

Maranhão descarta um dos casos suspeitos de coronavírus em São Luís

Caso não chegou a ser oficialmente reconhecido pelo Ministério da Saúde. Secretaria de Saúde segue monitorando um outro paciente na UPA do Itaqui-Bacanga, que também ainda não teve confirmação por parte do governo federal.


Imagem de microscópico mostra o novo coronavírus, responsável pela doença chamada Covid-19 — Foto: NIAID-RML/AP

A Secretaria Municipal de Saúde de São Luís (SEMUS) descartou, no fim da manhã deste sábado (29), um dos dois casos suspeitos do novo coronavírus na capital maranhense. O caso é o da paciente que estava em observação na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vinhais. O caso não chegou a ser reconhecido oficialmente como suspeito pelo Ministério da Saúde.

A paciente que teve quadro clínico descartado é uma mulher de 49 anos, que, recentemente, esteve na Itália e apresentou comprometimento respiratório com sintomas como febre alta, tosse e cansaço progressivo.

Coronavírus: veja perguntas e respostas sobre o Covid-19
A secretaria ainda trata como suspeito um segundo caso identificado na UPA do Itaqui-Bacanga, também em São Luís. A paciente é uma jovem de 22 anos que relatou ter passado por países como China, França e Japão, onde foram identificados casos da doença. A paciente chegou em São Luís há quatro dias e apresenta sintomas como dispneia e tosse seca. Esse caso também não foi reconhecido oficialmente como suspeito pelo Ministério da Saúde.

Os resultados iniciais das amostras coletas pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN-MA) saem em até uma semana. O laudo do Lacen já apontou negativo para H1N1 e influenza. Com isso, novas amostras serão encaminhadas, ainda neste sábado (29), para o Instituto Adolfo Lutzz, em São Paulo, que é um dos laboratórios referência do Ministério da Saúde.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão explica que a paciente com quadro clínico descartado foi diagnosticada com vírus Influenza A (gripe). Veja, abaixo, a nota na íntegra:

"A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reforça que a rede estadual está preparada e com protocolos de atendimentos definidos para o enfrentamento do novo coronavírus. Até o momento, a SES informa que possui um caso suspeito do coronavírus no Maranhão e um caso já descartado, que permanece em monitoramento na rede estadual.

O caso suspeito de coronavírus identificado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vinhais foi descartado. Atualmente, a paciente permanece em monitoramento no Hospital Dr. Carlos Macieira, com diagnóstico confirmado para Influenza A.

O caso suspeito de coronavírus continua monitorado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Itaqui-Bacanga. A paciente encontra-se em isolamento na unidade.

Após a coleta da amostra para exame, o Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN-MA) enviou o material, conforme protocolo, para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

Perfil da paciente diagnosticada com Influenza A

Mulher, de 49 anos, procedente da região Lombardia (Itália).
Perfil da paciente suspeita de Coronavírus

Mulher, de 22 anos, procedente de Tóquio e Wakayama (Japão)."
Protocolo de atendimento
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) afirmou ainda que está adotando as medidas previstas no Plano de Contingência para o COVID-19 no Maranhão, elaborado em conformidade com o Plano de Contingência Nacional e Gestão de Riscos.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, explicou que o governo do Maranhão está preparado e com protocolos de atendimentos definidos para lidar com os casos suspeitos da doença.

“O plano de contingência foi elaborado para responder às necessidades locais para minimizar o avanço da doença, caso haja introdução do vírus no estado. As ações definidas pelo plano orientam os serviços de saúde da rede estadual, que está preparada para o atendimento e em conformidade com as diretrizes nacionais propostas pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde”, destaca o secretário.

'Não há razão para pânico'
Na manhã deste sábado (29), o Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, se manifestou por meio das redes sociais sobre os casos suspeitos de Coronavírus em São Luís. Segundo o prefeito não há razão para pânico, pois os dois pacientes estão sendo monitorados pela equipe estadual de Saúde. Além disso, a Vigilância Epidemiológica Municipal já deu início ao “levantamento e monitoramento das pessoas que tiveram contato com os casos suspeitos”.

View image on Twitter


Cenário nacional
Atualmente, o Ministério da Saúde monitora 182 casos suspeitos de coronavírus no Brasil. Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde até esta sexta-feira (28). Até o momento, 71 casos suspeitos de coronavírus já foram descartados em todo o Brasil, que permanece apenas com o de um caso confirmado da doença no estado de São Paulo.

Os critérios para a definição de caso suspeito enquadram agora as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar e tiveram passagem pela Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China, nos últimos 14 dias.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

do g1.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot