Luto: Ex-ministro Gustavo Bebianno morre em Teresópolis aos 56 anos



O ex-secretário geral da Presidência sofreu um infarto fulminante. Ele estava em seu sítio, chegou a ser socorrido, mas não resistiu

ex-secretário geral da Presidência da República Gustavo Bebianno morreu na manhã deste sábado (14/03), aos 56 anos, após um infarto fulminante. Bebianno estava em seu sítio, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, quando passou mal.

Publicidade

Por volta das 4h30, o ex-ministro do governo de Jair Bolsonaro acordou passando mal. Foi ao banheiro para tomar um remédio e, poucos minutos depois, caiu no chão e teve ferimentos na cabeça. Bebianno chegou a ser levado ao hospital da cidade, mas não resistiu.

Ele era pré-candidato à prefeitura do Rio de Janeiro pelo PSDB, partido ao qual se filiou no ano passado. Bebianno foi o primeiro ministro de Bolsonaro a ser demitido, ainda no primeiro ano do atual governo. Ele deixou o Palácio do Planalto em 18 de fevereiro de 2019, quando veio à tona a história das candidaturas laranjas do PSL.


Fonte: Metrópoles

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon