Chapadinha | Movimento é grande no primeiro dia de reabertura do comércio após novo Decreto Municipal

Nem todas as pessoas e estabelecimentos comerciais obedeceram as orientações do novo Decreto de Chapadinha; Havia aglomerações e pessoas sem máscaras

Por William Fernandes – terça, 14 de abril de 2020

A manhã de terça-feira, 14 de abril, foi de grande movimento nas ruas de Chapadinha, no primeiro dia de reabertura do comércio, depois do novo Decreto Municipal, assinado ontem pelo prefeito Magno Bacelar.

Veja a transmissão ao vivo que fizemos hoje pela manhã no centro de Chapadinha:


O novo decreto foi editado em consonância com o decreto estadual que orienta prefeitos de municípios com poucos ou nenhum caso de coronavírus a avaliarem as situações locais para a reabertura gradativa do comércio em geral, obedecendo regras de segurança em combate ao COVID-19. Em Chapadinha comércio deve ser aberto das 8h às 14h.

O que se viu em Chapadinha foram as ruas bastante movimentadas, supermercados e agências bancárias com grandes filas para pagamentos de boletos e recebimento de cartões. Em alguns desses estabelecimentos, onde havia grandes filas, as regras estavam sendo cumpridas, com demarcação de distância entre as pessoas, uso de máscaras pelos clientes e higienização individual com álcool em gel nas entradas, além da limitação de pessoas dentro do estabelecimento.



Já em outros estabelecimentos, como Bradesco e Caixa, das pessoas que estavam nas filas, poucas estavam de máscara, além de não respeitarem o espaço mínimo de 1,5 metro entre elas.

Apesar do grande movimento nas ruas, com pessoas andando de um lado a outro, os lojistas ainda não puderam comemorar, pois segundo alguns ouvidos pelo Blog do William, pouca gente saiu para fazer compras. O momento é de pagar contas e organizar as finanças. Nem os vendedores de lanches comemoraram: “Quase não vendi hoje, pois as pessoas não estão demorando na rua”, relatou um vendedor.




Da mesma forma se queixou um camelô que trabalha na Praça da Bíblia. Ele disse que as pessoas ficaram sem dinheiro, devido ao período de isolamento social, mas espera que as coisas possam melhorar nos próximos dias, com a volta da normalidade no dia-a-dia de todos.

A prefeitura colocou nas ruas várias pessoas da Saúde, GCM e DMT para fiscalizar o cumprimento das normas de segurança por parte dos clientes e dos comerciantes.

ANAPURUS

A prefeitura de Anapurus também editou um decreto flexibilizando a abertura dos comércios, com as mesmas regras de Chapadinha. Por lá as ruas ficaram bastante movimentadas. A prefeitura vai fiscalizar o cumprimento do decreto.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon