Mães adolescentes não recebem auxílio de R$ 600 e temem veto de Bolsonaro - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 6 de maio de 2020

Mães adolescentes não recebem auxílio de R$ 600 e temem veto de Bolsonaro

Meninas foram consideradas inelegíveis pelo governo por terem menos de 18 anos, um dos requisitos obrigatórios para receber o benefício

A estudante Victória Eugênia, 17, mãe de garoto Jorge Henrique, de 1 ano e 8 meses. Ao lado, o pai, Jorge Filho

  Mães adolescentes, ou seja, menores de 18 anos, estão desamparadas pelo governo federal em meio à crise do novo coronavírus e clamam pelo auxílio emergencial de R$ 600.

Números mais recentes do IBGE apontam que a cada sete (15%) bebês nascidos em 2018, cerca de um a mãe tinha menos de 19 anos.

Apesar de o benefício ser pago em dobro (R$ 1,2 mil) a mães chefes de família, as jovens não podem nem mesmo fazer o cadastro, pois são barradas na regra da menoridade, visto que uma das exigências é ter mais de 18 anos.

O Senado Federal aprovou, no último dia 22, um projeto que amplia o alcance do benefício para mais de 70 categorias. As mães adolescentes foram incluídas.

do Metropoles


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot