728x90 AdSpace

Latest News

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Homem é preso no Maranhão por manter conversas sexuais com 60 crianças

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de manter conversas pornográficas com mais de 60 crianças e adolescentes, de 11 a 14 anos, no Distrito Federal. A prisão ocorreu na cidade de Gonçalves Dias, no Maranhão. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito usava perfis falsos nas redes sociais e fingia ser uma menina. Assim, induzia meninos a se relacionarem virtualmente com ele, inclusive pedindo fotos dos garotos nus.
Conforme as investigações, o homem ainda ameaçava expor quem não quisesse mais se relacionar com ele. Também exigia que as vítimas mostrassem o rosto e fizessem poses sexuais nas fotos enviadas. O suspeito foi trazido nesta quarta-feira (22) para Brasília.

Os investigadores registraram imagens da transferência para a capital no aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina, durante uma escala

Investigações

Segundo a Polícia Civil, foi possível identificar uma grande quantidade de vítimas, tanto no Distrito Federal, quanto em outros estados. As investigações apontam que o homem usava dois perfis falsos para atrair os menores.

"As vítimas já não conseguiam negar os pedidos do autor, uma vez que eram ameaçadas de terem suas intimidades virtualmente expostas em grande escala."

As investigações tiveram início após uma ocorrência registrada na 12ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga. Segundo o boletim policial, um dos perfis do suspeito manteve conversas pornográficas com um adolescente de 13 anos.

De acordo com a Polícia Civil, foi necessário um intenso trabalho para identificar o homem. Os investigadores afirmam que ele era "extremamente discreto nas redes sociais e muito cauteloso na criação dos perfis".
  • Blogger Comments
  • Facebook Comments

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Item Reviewed: Homem é preso no Maranhão por manter conversas sexuais com 60 crianças Rating: 5 Reviewed By: WILLIAM NASCIMENTO FERNANDES
Scroll to Top