Lésbica, Bruna Linzmeyer fala sobre ser branca: “O preconceito é menor” - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 2 de julho de 2020

Lésbica, Bruna Linzmeyer fala sobre ser branca: “O preconceito é menor”

A artista refletiu que a perda de espaço das mulheres na televisão ocorre pelo fato de elas não estarem no infeliz padrão social de beleza



A atriz Bruna Linzmeyer se assumiu lésbica em 2016 após esconder a sexualidade por um bom tempo. Contratada da TV Globo, ela temeu sofrer preconceito. Porém, em live feita nas redes sociais, Bruna apontou como mulheres lésbicas que não são brancas sofrem com a rejeição.


“Eu sabia que muitas atrizes de 10, 20 anos atrás, que nunca mais fizeram nada de relevante depois que se assumiram. A gente sabe de pessoas que ainda têm medo”, declarou.

Atriz Bruna Linzmeyer
A atriz Bruna Linzmeyer revelou, em entrevista ao programa Saia Justa Verão, do GNT, que se masturba desde criança. “Tenho muitas memórias de ficar roçando nas coisas quando criança”, lembrou. Mesmo assim, a artista - que é homossexual - explicou que só passou a, de fato, conhecer o próprio corpo, quando começou a se relacionar com outras mulheres. “Conheci melhor a minha vagina quando tive contato com outras”, contouFoto: Reprodução/Instagram

Atriz Bruna Linzmeyer
A atriz Bruna Linzmeyer revelou, em entrevista ao programa Saia Justa Verão, do GNT, que se masturba desde criança. “Tenho muitas memórias de ficar roçando nas coisas quando criança”, lembrou. Mesmo assim, a artista - que é homossexual - explicou que só passou a, de fato, conhecer o próprio corpo, quando começou a se relacionar com outras mulheres. “Conheci melhor a minha vagina quando tive contato com outras”, contouFoto: Reprodução/Instagram



Entediada? Aprenda a fazer máscara de argila com Bruna Linzmeyer
A artista refletiu que a perda de espaço destas mulheres na televisão ocorre pelo fato de elas não estarem no infeliz padrão social de beleza.

“Por eu ser branca, de olhos azuis, e por ser considerada bonita, é mais fácil eu dizer que sou sapatão. O preconceito é menor”, disse ela no bate-papo com o jornalista André Fischer.

de metropoles.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot