VALE DAS FLORES

VALE DAS FLORES
Clique no banner acima para saber mais

Tristeza | Menina de Mata Roma que estava com meningite não resistiu




Morre na manhã desta quinta, em São Luís, a menina Ana Beatriz, de 11 anos, moradora de Mata Roma, que causou comoção nas redes sociais, por lutar contra uma meningite.

Na internet foram realizadas campanhas para ajudar no tratamento de Ana. Na cidade de Mata Roma e principalmente em sua escola, Maria Moreno, o sentimento é de muita tristeza.

Foragido da Justiça é assassinado a tiros em Imperatriz

Foragido da Justiça é assassinado a tiros em Imperatriz


Antonio Silva Marcos Conceição foi morto com vários tiros em um bar, no bairro Leandra.
Foragido da Justiça é assassinado a tiros em Imperatriz

O nono homicídio do mês de setembro em Imperatriz foi registrado no fim da tarde dessa quarta-feira (18). A vítima foi um homem, que estava foragido da Justiça, identificado como Antonio Silva Marcos Conceição, de 35 anos.


Ele foi alvejado a tiros em um bar, no bairro Leandra. Os assassinos chegaram em uma moto, o garupa desceu e efetuou os disparos. Antônio morreu no local alvejado por quatro tiros, e os suspeitos fugiram em seguida. A polícia acredita tratar-se de uma execução, crime por acerto de contas.

Cabe ressaltar que esta foi a segunda morte violenta em Imperatriz em menos de 24 horas. Com as mesmas características, foi assassinado na noite de terça-feira (17), o jovem João Pedro Januário. O crime aconteceu no bairro Santa Rita.

Em ambos os casos, a polícia até agora não conseguiu prender os assassinos. Com este homicídio de ontem, sobe para 73o número de pessoas assassinadas em Imperatriz durante todo o ano. O mês mais violento até agora foi maio, com 10 assassinatos registrados.

do Imirante.com


Em 2018, houve 69 mil acidentes em rodovias federais, diz pesquisa

Em 2018, houve 69 mil acidentes em rodovias federais, diz pesquisa


Segundo o levantamento, pelo menos 14 pessoas morreram por dia nas rodovias federais em 2018.


Em 2018, houve 69 mil acidentes em rodovias federais, diz pesquisa


Em 2018, foram registradas nas rodovias federais 69.206 acidentes, sendo 53.963 com vítimas (mortos ou feridos). Do total de vítimas, houve 5.269 mortes.

 Os dados fazem parte de um levantamento elaborado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) lançado hoje (19).

 Apesar de alto, tanto o número de acidentes quanto o número de mortes é o menor desde que o Painel CNT de Consultas Dinâmicas de Acidentes Rodoviários começou a ser realizado em 2007.

do Imirante.com

Outlet Moda Paraíba está de volta; de 23 a 30 de setembro



Uma mega promoção com ofertas incríveis e produtos com até 70% de desconto no Setor de Moda, parcelados em até 12 vezes sem juros no Cartão Paraíba e em até 10 vezes nos demais cartões de crédito.

E se você ainda não tem o Cartão Paraíba, venha até a loja com seu RG, CPF e comprovante de residência e faça seu cartão na hora aproveitando o melhor preço da cidade.

Venha e aproveite essa grande promoção do Outlet Moda Paraíba!





Prefeitura de Santa Quitéria-MA realiza palestra sobre prevenção 'Odontológica para Bebês' na zona rural

Por  Portal   CN1
Coordenada pelo programa de Atenção Básica em Saúde Bucal, a Prefeitura de Santa Quitéria através da Secretaria de Saúde, promoveu mais uma ação de saúde na zona rural do município.

Os moradores do povoado Coceira 1, participaram da palestra odontológica sobre higienização bucal dos bebês, sobre prevenção e orientações.
É essencial obter as informações corretas o mais cedo possível tratando-se de higiene bucal dos bebês. Embora os dentes de leite dos bebês sejam temporários, eles ainda estão suscetíveis a apresentarem cáries e infecções, e as mães também podem transferir bactérias nocivas para suas crianças, de acordo com o site Mouth Healthy (Boca Saudável) da Associação Dentária Americana (ADA).

Em operações pelo Baixo Parnaíba, PM apreende drogas e motos roubadas

O 16º Batalhão de Polícia Militar vem intensificando as operações aos finais de semana, com isso, nos dias 14, 15/09 foram realizadas diversas conduções por crimes previstos em lei em toda a área do Batalhão, VEJA:

BURITI

APREENSÃO DE DOIS MENORES por posse de entorpecentes 
Objetos apreendidos: 07 trouxas de substância análoga à cocaína, R$ 124,00 ( Cinto e vinte quatro reais ),01 Honda pop 100 placa OUD 8097
                                                          

MATA ROMA

PRISÃO DE TRÊS HOMENS, um foragido da justiça(Diego), Francisco de Assis e um menor, pela pratica de roubo e posse de arma.

OBJETOS APREENDIDOS: 3 facas, 1 celular, 1 munição .38, 1 arma cal 38, 2 papelotes de maconha, 3 jaquetas, 1 moto honda broz 160, 1 triturador de maconha
                                                               
ÁGUA DOCE

PRISÃO Por estupro de vulnerável

BREJO

PRISÃO DE DOIS HOMENS por furto e posse de entorpecentes
OBJETOS APREENDIDOS: 35g de substância semelhante a maconha
                                                     

MOTOCICLETAS COM RESTRIÇÕES DE FURTO/ROUBO RECUPERADAS

CHAPADINHA: duas motocicletas recuperadas - 01 motocicleta Honda Fan preta, com números do chassi e motor adulterados, uma pop vermelha de placa PSX 9324
ANAPURUS: duas motocicletas recuperadas - 01 motocicleta honda/pop 100, cor Preta, ano 2015, chassi:9c2hb0210fr031236, 

ARAIOSES: 01 motocicleta recuperada - Uma motocicleta Honda Fan 150, Preta; N° do motor: KC16E7C557032

URBANO SANTOS: uma motocicleta recuperada - 01  moto pop 110 cor preta 2016/2017 , placa PIQ_2509 Teresina PI ,uma mochila com algumas roupas  ,01 capacete vermelho e a chave de ignição.



PM de Buriti/MA prende acusado de matar companheira em Pernambuco

A Polícia Militar em Buriti/MA na manhã de sexta-feira (13/09) efetuou a prisão de um homem acusado de ter assassinado sua companheira no interior do município de Petrolina, no Estado de Pernambuco, no ano de 2013. O acusado MARCONIBUS ANTÔNIO BARBOSA ARRUDA, 42 anos, foi preso na Rua da Bandeira, centro da cidade de Buriti, onde morava há cerca de 6 anos. 

Após receber denuncia anônimas sobre o conduzido a Polícia Militar em Buriti iniciou diligências no intuito de colher mais sobre o acusado, nas diligencias foi encontrado a matéria do G1-Pernambuco, que relata todo o ocorrido e a guarnição de Buriti proativamente manteve contato com o 5º BPM em Petrolina/PE, fora informados que existia contra MARCONIBUS um mandado de prisão preventiva decretado pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Petrolina – PE. 

Graças à cooperação entre a Polícia Militar em Buriti e a Polícia Militar do 5º Batalhão de Petrolina foi possível capturar esse foragido da Justiça. Ele é principal suspeito de matar sua companheira Clésia Maria Batista Nascimento e jogar o corpo numa vala conforme reportagem da G1 da época. Na época, em 2013, a vítima tinha três filhos e completaria 27 anos.    

Veja vídeo da matéria

Você já conhece o melhor lugar para morar em Chapadinha?

Você já conhece o melhor lugar para morar em Chapadinha?

Não? 😱


Pois vem conhecer e conferir de pertinho com nosso tour virtual o Residencial Vale das Flores!

Acesse o tour aqui: http://bit.ly/2ZeDRWi

Maiores informações, só entrar em contato clicando aqui: http://bit.ly/315lO1e

Vem morar no melhor condomínio de Chapadinha! 😍😉



Prefeita de Anapurus emite Nota de Pesar pelo falecimento de Omar de Caldas Furtado, pai do médico Dr. Omar

Prefeita de Anapurus emite Nota de Pesar pelo falecimento de Omar de Caldas Furtado, pai do médico Dr. Omar

A prefeita de Anapurus, Professora Vanderly Monteles, externa seus mais profundos sentimentos pela morte do senhor Omar de Caldas Furtado, ex-prefeito do município de Brejo, que faleceu na noite desta terça-feira (17).
O político é pai do médico Dr Omar Furtado, que presta relevantes serviços no Hospital Madalena Monteles.
Nosso profundo pesar por essa irreparável perda, na esperança que Deus console toda família.
Vanderly Monteles- Prefeita municipal

A imagem pode conter: 1 pessoa, terno e noite

STF declara que a Justiça do Trabalho de Chapadinha não tem competência para julgar reclamações trabalhistas contra o Município de Santa Quitéria do Maranhão

Portal CN1


O Ministro Alexandre de Morais, julgou procedente o pleito, anulando as sentenças da Vara do Trabalho de Chapadinha e determinando a remessa dos autos para a justiça comum estadual na comarca de Santa Quitéria do Maranhão.

O município de Santa Quitéria (MA), por meio da Procuradoria Geral do Município, ingressou com uma Reclamação (RCL 36.737) no Supremo Tribunal Federal (STF) para cassar sentenças da Justiça do Trabalho favoráveis a servidores públicos do município.

O município alega que as decisões nos processos trabalhistas, proferidas pela Vara do Trabalho de Chapadinha (MA), violam decisão do STF na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3395. Nessa ADI, o Supremo decidiu que a competência da Justiça do Trabalho não abrange as causas instauradas entre servidor vinculado ao poder público por meio de relação jurídico-estatutária.

De acordo com o município, os servidores obtiveram decisões favoráveis a eles em ações trabalhistas, apesar de estarem vinculados à administração municipal por meio de relação jurídico-estatutária.

O município ressalta, no pedido feito ao Supremo, que desde abril do ano de 1993, todo e qualquer vínculo do Poder Público municipal de Santa Quitéria do Maranhão e seus servidores, é regido por relação jurídico-estatutária, tendo lei específica que regula a matéria, a saber, a Lei Municipal nº 45/1993, que instituiu o Regime Jurídico Único a todos os servidores municipais de Santa Quitéria do Maranhão/MA.

Segundo o município, o juízo da Vara do Trabalho de Chapadinha(MA) não vem reconhecendo a existência de legislação municipal instituindo o regime jurídico único dos servidores municipais.

A reclamação no STF tem a relatoria do Ministro Alexandre de Morais, que julgou procedente o pleito, anulando as sentenças da Vara do Trabalho de Chapadinha (MA) e determinando a remessa dos autos para a justiça comum estadual na comarca de Santa Quitéria(MA).

SEGUE DECISÃO NA INTEGRA.

RECLAMAÇÃO 36.737 MARANHÃO
RELATOR RECLTE.(S) ADV.(A/S)
RECLDO.(A/S)
ADV.(A/S) RECLDO.(A/S)
ADV.(A/S) BENEF.(A/S) ADV.(A/S) BENEF.(A/S) ADV.(A/S) BENEF.(A/S) ADV.(A/S) BENEF.(A/S) ADV.(A/S) BENEF.(A/S) ADV.(A/S)
: MIN. ALEXANDRE DE MORAES
:MUNICIPIO DE SANTA QUITERIA DO MARANHAO : PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE SANTA
QUITÉRIA DO MARANHÃO
:JUÍZA DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE
CHAPADINHA
:SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
: TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO
DA 16a
REGIÃO
: SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
: MARIA AUCILENE DE PAIVA ARAUJO
: SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
: FRANCISCA DAS CHAGAS CORDEIRO DOS SANTOS : SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
: MARIA RUBIA DE LIMA SOUSA
: SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
: MARIA DO SOCORRO PEREIRA DE ARAUJO
: SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS
: MARIA DOS AFLITOS DE CALDAS ARAUJO
: SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS

DECISÃO
Trata-se de Reclamação, com pedido de liminar, contra decisões proferidas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 16a Região (Processos 0019026-04.2017.5.16.0006, 0019026-04.2017.5.16.0006, 0018984- 52.2017.5.16.0006, 0018643-26.2017.5.16.0006 e 0018642-41.2017.5.16.0006, que teriam desrespeitado o decidido na ADI 3.395-MC (Rel. Min. CEZAR PELUSO), ao reconhecer a competência da Justiça do Trabalho para apreciar demanda proposta com objetivo de alcançar direitos trabalhistas decorrentes de serviços prestados por servidores à municipalidade reclamante.
Na inicial, o município de Santa Quitéria do Maranhão - MA sustenta, em síntese, que: (a) na origem, 05 (cinco) reclamações trabalhistas foram ajuizadas por servidores públicos do Município de Santa Quitéria.

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 8B65-A170-03BF-9C8E e senha EF96-D9BC-3A26-8F61

RCL 36737 / MA
Maranhão, que ingressaram no serviço público municipal sem prestar concurso público, vinculados à Administração Municipal por relação jurídico-estatutária, junto à Vara do Trabalho reclamada, pleiteando supostos direitos trabalhistas (fls. 5/6); (b) como se sabe, a decisão do Supremo Tribunal Federal,proferida nos autos da Ação Direta de Inconstitucionalidade, exclui da competência da Justiça do Trabalho, as causas instauradas entre o Poder Público e servidor que lhe seja vinculado por relação jurídico-estatutária. (fl. 6); (c) o juízo da Vara do Trabalho neste ato reclamado, não reconheceu a existência da legislação municipal instituidora do regime jurídico único dos serviços municipais sob a alegação de não haver prova de sua publicação, tese que não tem sido acolhida na instância seguinte (fl. 2); e (d) ressalte-se que desde abril do ano de 1993, todo e qualquer vínculo do Poder Público municipal de Santa Quitéria do Maranhão e seus servidores, é regido por relação jurídico-estatutária, tendo lei específica que regula a matéria, a saber, a Lei Municipal no 45/1993, que instituiu o Regime Jurídico Único a todos os servidores municipais de Santa Quitéria do Maranhão/MA (fl. 3).

Requer a concessão da liminar para suspender os efeitos das decisões e, ao final, a procedência da presente reclamação a fim de cassar os atos impugnados.

É o relatório. Decido.
A respeito do cabimento da reclamação para o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, dispõem os arts. 102, I, “l”, e 103-A, caput e § 3o, ambos da Constituição Federal:
Art. 102. Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe:
I - processar e julgar, originariamente:
l) a reclamação para a preservação de sua competência e garantia da autoridade de suas decisões;
Art. 103-A. O Supremo Tribunal Federal poderá, de ofício 2

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 8B65-A170-03BF-9C8E e senha EF96-D9BC-3A26-8F61

RCL 36737 / MA

ou por provocação, mediante decisão de dois terços dos seus membros, após reiteradas decisões sobre matéria constitucional, aprovar súmula que, a partir de sua publicação na imprensa oficial, terá efeito vinculante em relação aos demais órgãos do Poder Judiciário e à administração pública direta e indireta, nas esferas federal, estadual e municipal, bem como proceder à sua revisão ou cancelamento, na forma estabelecida em lei.

§ 3o Do ato administrativo ou decisão judicial que contrariar a súmula aplicável ou que indevidamente a aplicar, caberá reclamação ao Supremo Tribunal Federal que, julgando- a procedente, anulará o ato administrativo ou cassará a decisão judicial reclamada, e determinará que outra seja proferida com ou sem a aplicação da súmula, conforme o caso.

Veja-se também o art. 988, I, II e III, do Código de Processo Civil de 2015:
Art. 988. Caberá reclamação da parte interessada ou do Ministério Público para:
I - preservar a competência do tribunal;
II - garantir a autoridade das decisões do tribunal;
III garantir a observância de enunciado de súmula vinculante e de decisão do Supremo Tribunal Federal em controle concentrado de constitucionalidade;

O paradigma de confronto invocado é o decidido na ADI 3.395-MC (Rel. Min. CEZAR PELUSO), que reconheceu a incompetência da Justiça Trabalhista para o julgamento das causas envolvendo o Poder Público e seus servidores, vinculados por relação estatutária ou de caráter jurídico- administrativo, realizando interpretação conforme para restringir o alcance do inciso I do art. 114 da Constituição Federal, com redação dada pela EC 45/2004.

No caso, assiste razão à parte reclamante. A Justiça Laboral 3
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 8B65-A170-03BF-9C8E e senha EF96-D9BC-3A26-8F61

RCL 36737 / MA
reconheceu sua competência para julgar processo que visava a desconstituição de processos administrativos disciplinares, que culminaram na demissão dos servidores públicos evolvidos. Dessa forma, condenou a parte autora à reintegração dos interessados ao quadro de servidores estáveis da Administração Pública municipal, além do pagamento de verbas trabalhistas. Em todos os atos impugnados, foram utilizados os mesmos fundamentos para embasar a competência da justiça do trabalho, qual sejam (docs. 51/55):

A Constituição Federal de 1988, ao tratar sobre a investidura em cargo ou emprego público, incluiu a exigência de prévia aprovação em concurso público de provas ou de provas e títulos (art. 37, II), o que na Magna Carta anterior (de 1967 e Emenda Constitucional no 1/1969) era aplicável apenas aos cargos públicos, consoante a disposição prevista no art. 95, §1o e art. 97, §1o, respectivamente. Portanto, os contratos de trabalho iniciados antes da promulgação da CF/1988 são válidos, regulares e, em se tratando da grande maioria dos municípios brasileiros que não possuíam regime estatutário, de natureza celetista.

Diante dos efeitos a serem provocados pela exigência de prévia aprovação em concurso público na órbita jurídica de inúmeras pessoas, o legislador constituinte editou uma regra de transição insculpida no art. 19 do ADCT, com vista a conferir estabilidade aos servidores que, a despeito de serem investidos na Administração Pública sem concurso público, exerciam as suas atividades há mais de 5 (cinco) anos da data da promulgação da texto constitucional.

Nota-se, porém, que há norma disciplinando o vínculo entre a Administração pública e seus servidores, Lei Municipal 45/1993 (doc. 48), o que permite concluir, a princípio, pelo caráter estatutário da relação firmada entre as partes aqui envolvidas.

Com efeito, acerca das alegações apresentadas, ressalta-se que esta CORTE já se manifestou, por diversas vezes, em casos semelhantes, no Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 8B65-A170-03BF-9C8E e senha EF96-D9BC-3A26-8F61
4

RCL 36737 / MA
sentido de que compete à Justiça comum pronunciar-se sobre a existência, a validade e a eficácia das relações entre servidores e o poder público fundadas em vínculo jurídico-administrativo (Rcl 4.069 MC-AgR, Rel. Min. MARCO AURÉLIO, Rel. p/ Acórdão Min. DIAS TOFFOLI, Tribunal Pleno, julgado em 10/11/2010). Portanto, não cabe à Justiça Especializada, como ocorreu na decisão impugnada, apreciar a regularidade do vínculo firmado entre o trabalhador e o Poder Público.

No mesmo sentido do acima exposto, citam-se as seguintes decisões monocráticas envolvendo casos análogos: Rcl 24.474, Min. DIAS TOFFOLI, DJe de 1o/8/2016; Rcl 23.358, Min. TEORI ZAVASCKI, DJe de 17/3/2016; Rcl 19.035, Min. GILMAR MENDES, DJe de 20/11/2014; Rcl 19.110, Min. LUIX FUX, DJe de 24/11/2014; Rcl 19.035, Min. GILMAR MENDES, DJe de 20/11/2014; Rcl 18.365/MA, Rel. Min. ROBERTO BARROSO, Dje 2/9/2014; Rcl 17.604, Min. CELSO DE MELLO, DJe de 15/8/2014; Rcl 17.682, Min. GILMAR MENDES, DJe de 12/5/2014.
Diante do exposto, com base no art. 161, parágrafo único, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, JULGO PROCEDENTE o pedido para cassar os atos decisórios proferidos na Justiça do Trabalho e determinar a remessa dos autos à Justiça Comum.

Por fim, nos termos do art. 52, parágrafo único, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, dispenso a remessa dos autos à Procuradoria-Geral da República.
Publique-se.
Brasília, 10 de setembro de 2019.
Ministro ALEXANDRE DE MORAES Relator
Documento assinado digitalmente

Setembro Amarelo: CRAS/Anapurus promove palestra sobre prevenção ao suicídio


A prefeitura de Anapurus realizou na tarde desta terça, 17 uma palestra sobre prevenção ao suicídio, como parte da campanha nacional Setembro Amarelo.



A palestra foi realizada na Escola Nerci Monteles, pela equipe técnica do CRAS, com as psicólogas Letícia Rêgo e Lorena Monteles, e com a assistente social Retyanne.

A palestra teve como objetivo dialogar com jovens e adultos para levar levar conhecimento e prevenção à comunidade sobre a saúde e problemas mentais, e quais consequências podem desencadear, bem como tratamentos e formas de lidar com a situação.

Zé Farias lamenta a morte do ex-prefeito de Brejo, Omar de Caldas Furtado


O Prefeito José Farias de Castro, por meio desta nota, lamenta profundamente a morte do Senhor Omar de Caldas Furtado, Ex-prefeito do Município (1956-1961).

“Homem público de perfil municipalista, prestou relevantes serviços a toda comunidade, canalizando obras e serviços aos brejenses.

Manteve-se em vida, firme no compromisso com a democracia, capacidade de diálogo e de negociação paciente para a construção de uma parte da história política de nosso município.

Solidarizamos em nome do Poder Executivo Municipal com toda a Família e Amigos, nesse momento de dor e saudade.

Fica decretado luto oficial de três dias nos órgãos municipais, com exceção dos serviços de limpeza pública, da Secretaria Municipal de Segurança e no Hospital Municipal Dr. Antenor Vieira de Morais”.

JOSÉ FARIAS DE CASTRO
Prefeito Municipal

VÍDEO | Tragédia: Pai obriga filho a gravar vídeo de despedida, para a mãe, antes de jogar o carro contra carreta

O pai e o filho, de 9 anos, morreram um acidente na PR-445, em Londrina, na sexta-feira (13); ele não aceitava o fim do relacionamento com a ex-mulher

Ric/Record 

Antônio Alves, de 45 anos, e Matheus Gabriel Kuasne Oliveira, de 9 anos, morreram depois que o homem jogou o veículo e em que os dois estavam contra uma carreta na PR-445, em Londrina, no norte do Paraná, na tarde desta sexta-feira (13). Agora, áudios e vídeos comprovam a crueldade do pai que chegou a obrigar o filho a gravar um vídeo de despedida para a mãe antes de provocar o acidente(Assista reportagem abaixo) 
“Meu filho falava, oi mamãe, tô com saudades de você. Só que já tava com o olhinho todo vermelho, todo assustado”, contou Érica Kuasne. 

Pai que obrigou filho gravar vídeo de despedida também mandou áudios 

O pesadelo de Érica começou por volta do meio-dia de sexta-feira, quando seu ex-marido pegou o filho mais novo do casal e desapareceu. Segundo Érica, a princípio, ela não acreditou que Antônio realmente estivesse com Matheus até que ele gravou um vídeo para provar que estava com a criança
“Ele tava me mandando áudio desde o meio-dia, ameaçando e eu não acreditei que ele tava com meu filho até que vi o primeiro vídeo que ele me mandou. Aí, ele fazia chamada de WhatsApp. Tanto é que uma das chamadas o policial gravou, como ele tava alterado, e ele gritava, ele falava ‘fala pra sua mãe. Olha aqui. Fala oi pra sua mãe’, lembra a mãe. 
Assustada, ela foi até a delegacia e passou a tarde, junto com os policiais, em busca do filho e do ex-marido, mas o paradeiro dos dois só foi descoberto quando ambos já estavam mortos.
O ACIDENTE QUE MATOU O PAI E O FILHO FOI NA PR-445. (FOTO: REPRODUÇÃO/RIC RECORD TV)

Pai que matou o filho não aceitava fim do relacionamento 

Érica conta que viveu um relacionamento por cerca de 10 anos, entre idas e vindas, com Antônio. No entanto, após a última separação, ela declarou que não tinha mais volta, começou a namorar e sair com os amigos, o que não foi aceito pelo ex-marido
MATHEUS GABRIEL KUASNE OLIVEIRA FOI SEPULTADO DURANTE O FIM DE SEMANA. (FOTO: REPRODUÇÃO/RIC RECORD TV)
Nas mensagens de áudio, enviadas por Antônio, é possível perceber que o pai matou o filho como forma de vingança porque a ex-mulher não queria reatar o casamento. 
“O Matheus foi assassinado. Ele jogou o carro debaixo de uma carreta e matou o meu filho. Ele resolveu pegar a parte que mais me dói, porque se ele tivesse me matado, cabou, mas ele pegou o meu filho”, disse Érica emocionada. 

Mensagens enviadas para ameaçar a mãe da criança

Antônio mandou inúmeras mensagens para ameaçar a ex-mulher antes causar o acidente que vitimou fatalmente ele próprio e o filho. Veja: 
“Você pensou que eu nunca ia tomar uma atitude, né? Então tá, já foi tomada e agora eu não volto mais. Só que que você saiba, isso aí é pra você aprender a ser mulher e outra coisa que eu vou falar pra você. Quero que você sinta muita saudade e toda vez que você estiver dançando, festando, você lembre dele”
Em uma delas, ele declara que a ex-mulher brincou com a pessoa errada. “Isso aí é pra você aprender a dar valor e respeitar os outros. Você não respeitou, você brincou. Brincou com o cara errado”. 
Enquanto em outra, diz para ela rezar e pergunta se ainda quer ouvir a voz do filho pela última vez
“Tentei conversar. Tentei chegar num denominador comum. Não deu, né? Então faz assim ó…reza agora, reza, reza bastante, reza mesmo. Só vou te falar uma coisa, você quer ouvir pela última vez a vozinha ou não? [do filho]”. 
Entenda o acidente que matou o pai e filho na PR-445
De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a colisão foi registrada após uma curva, a aproximadamente dois quilômetros de um posto da PRE. O carro, que seguia sentido Londrina, invadiu a pista contrária e bateu de frente com uma carreta, que transitava em direção a Curitiba.
O motorista do caminhão e um homem, que estava no banco de passageiro do veículo, informaram que o condutor do carro estava com as duas mãos no volante e foi direto em direção a carreta. “Pra mim só restou parar e receber a pancada. Tentei sair fora um pouco. O jeito que ele vinha já vinha na direção reta. Ele tava com os braços duros no volante”, explicou Walter de Almeida. 
QUANDO OS SOCORRISTAS CHEGARAM, PAI E FILHO JÁ ESTAVAM MORTOS. (FOTO: REPRODUÇÃO/RIC RECORD TV)
Além disso, socorristas comprovaram que não havia marcas de frenagem na pista. “Não havia marcas na pista que comprovem que ele tentou evitar o suposto acidente. Pela quantidade de energia envolvida nesse acidente, nós podemos perceber pela deformidade dos veículos, a chance de sobrevida deles era muito pequena”, explicou um dos bombeiros. 
Assista à reportagem completa:
O Balanço Geral Londrina conta todos os detalhe sobre o caso do pai que obrigou o filho a gravar um vídeo de despedida