....

....

...

Mulher com depressão agride violentamente filhas gêmeas de 3 anos, na cidade de Brejo


Por William Fernandes – Sexta, 23 de novembro de 2018

Um triste acontecimento ocorrido nesta sexta, na cidade de Brejo, chocou a população local e de todo o Baixo Parnaíba. Duas irmãs gêmeas, de três anos de idade foram violentamente agredidas com uma mão de pilão, pela própria mãe, que segundo foi apurado pelo blog do William, sofre de depressão.

As crianças ficaram em estado grave. Após darem entrada no hospital de Brejo, foram transferidas para o Hospital Regional de Chapadinha e, posteriormente para São Luís.

Como foi

O marido da mulher havia saído de casa com um filho especial, para consultar no hospital de Brejo. Ele deixou a esposa em casa, com as irmãs gêmeas, sob os cuidados de uma mulher que, segundo relatos, teria dado uma rápida saída e deixado a mãe e as crianças, dizendo que logo retornaria.

Na ausência da mulher, pedreiros que estão trabalhando em uma obra próximo à residência, disseram ter ouvido os gritos das crianças. Ao chegar na casa se depararam com as crianças sendo agredidas pela mãe.

Os pedreiros a imobilizaram e buscaram ajuda para socorrer as crianças, que foram levadas ao mesmo hospital onde o pai havia levado o filho especial. Ele tomou um grande susto quando viu as filhas chegarem ao hospital ensaguentadas.

Após os primeiros socorros, as irmãs foram levadas a São Luís, onde já estão sob cuidados médicos. Segundo as últimas informações, ambas respondem bem aos tratamentos recebidos.

Moradores de Brejo e de todo o Baixo Parnaíba se comoveram com o caso e fazem correntes de oração pela rápida recuperação das crianças e pela recuperação da mãe e do pai das crianças, um guarda municipal.

Saiba mais: Boa notícia: irmãs gêmeas de Brejo passam bem após atendimento em São Luís


Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon