Agente penitenciário mata a namorada e depois comete suicídio em frente da casa da família em SP - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Agente penitenciário mata a namorada e depois comete suicídio em frente da casa da família em SP

De acordo informações da Polícia Militar, Francisco Moacir Nunes Junior, de 37 anos, foi até a casa dos pais para se despedir e pedir desculpas antes de tirar a própria vida. Polícia Civil irá investigar o caso.



Por G1

Um agente penitenciário matou a namorada, de 30 anos, e, em seguida, cometeu suicídio na Vila São José, em Itapetininga (SP), na noite deste sábado (23).

De acordo informações da Polícia Militar, Francisco Moacir Nunes Junior, de 37 anos, chegou a ir até a casa da família para se despedir e pedir desculpas antes de tirar a própria vida.

À polícia, a irmã de Francisco contou que o agente penitenciário trabalhava em Mairinque (SP), mas morava em Sorocaba (SP) com a namorada, Iara Coelho da Silva. Eles mantinham um relacionamento há um ano e meio.

Na noite deste sábado, por volta das 22h50, Francisco parou o carro em frente a casa da família, em Itapetininga. A irmã conta que ele estava nervoso, contou que brigou com a namorada, que sua arma havia disparado acidentalmente e atingido Iara.

Depois, o agente penitenciário disse que amava todos e pediu perdão aos familiares. Vendo que ele estava nervoso, a mãe de Francisco não o deixou sair pela portão, mas ele pulou o muro.

Em seguida, a família ouviu um barulho de disparo de arma de fogo. A irmã foi até a frente da casa e encontrou o agente penitenciário já caído e machucado. Além disso, Iara já estava morta dentro do carro.

O Corpo de Bombeiros foi acionado até o local, mas quando a equipe chegou Francisco já estava morto.

O caso foi registrado na delegacia de Itapetininga como homicídio simples e suicídio. Agora a Polícia Civil irá apurar mais detalhes sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot