Para Sergio Moro, mensagens não indicam ‘anormalidade ou direcionamento’ - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, 10 de junho de 2019

Para Sergio Moro, mensagens não indicam ‘anormalidade ou direcionamento’


O ministro da Justiça, Sergio Moro, diz que não há “qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado” nas mensagens trocadas com o procurador da República Deltan Dallagnol, reveladas em reportagem do The Intercept na noite deste domingo (9.jun.2019).


“Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato”, disse, em nota, o ministro que, à época das mensagens, era juiz federal.

Leia também: Mensagens vazadas revelam que Moro orientou investigações da Lava Jato
Moro ainda diz lamentar “a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores” e critica o fato de não ter sido procurado antes da publicação da reportagem, “contrariando regra básica do jornalismo”.
O ministro também postou na web 1 comentário minimizando o episódio:
Eis a íntegra da nota:
“Sobre supostas mensagens que me envolveriam publicadas pelo site Intercept neste domingo, 9 de junho, lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores. Assim como a postura do site que não entrou em contato antes da publicação, contrariando regra básica do jornalismo.
Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato.”

MINISTÉRIO PÚBLICO TAMBÉM NEGA ILEGALIDADE

Também em nota, o MPF (Ministério Público Federal) disse que as conversas foram vazadas por hackers e afirmou que “há a tranquilidade de que os dados eventualmente obtidos refletem uma atividade desenvolvida com pleno respeito à legalidade e de forma técnica e imparcial”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot