Reviravolta! Bebê desaparecido no Maranhão teria sido vendido pelos pais e parentes

A Polícia Civil de Urbano Santos efetuou hoje a prisão temporária do pai, tia e do avô do bebê de dois meses Jonathan Alves dos Santos, desaparecido de sua casa há cinco dias na cidade de Belágua. Existem contra eles a suspeita de venda da criança ou doação para terceiros.
Nas tomadas de depoimentos, houve contradição e acusações entre eles. A mãe, uma das suspeitas, disse que teve a sensação de que colocaram alguma substância para que ela dormisse e não olhasse o momento em que a criança foi levada.
O pai da criança, Tadeu Nascimento dos Santos, alega que também não observou a presença de nada estranho, mas acordou sem o bebê no quarto. O avô paterno, Raimundo Alves dos Santos, incentivava os pais do pequeno Jonathan e doar o filho.  A irmã de Tadeu, Marilene Nascimento dos Santos, também figura como suspeita no rapto.
Presos na Delegacia de Chapadinha para evitar reação da população de Belágua, os familiares do bebê serão interrogados hoje para saber se houve doação ou venda da criança e, neste sentido, haverá acareação.
Blog do Luis Cardoso

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon