Vereadores aprovam redução do próprio salário de R$ 6 mil para R$ 1,2 mil

Vereadores da Câmara Municipal de Arcos, em Minas Gerais, aprovaram nesta semana um projeto de lei que reduz em 80% os salários do Legislativo municipal a partir de 2020. As informações são do R7.
Com o corte, o salário dos vereadores passará a ter uma diminuição de R$ 6.180 para R$ 1.236. A medida vai valer até dezembro de 2024.

    Foto: Reprodução/ Câmara de Arcos
Os parlamentares municipais também aprovaram outro projeto que prevê que o salário do prefeito, que atualmente é de R$ 24 mil, seja reduzido em 50%. O rendimento dos secretários municipais também cairá de R$ 7.975 para R$ 6.380 assim como também o do vice-prefeito de R$ 6.458 para R$ 5.166. Uma redução de 20% em ambos os casos.
O presidente da Câmara, Luiz Henrique Sabino Messias (PSB), que é autor do projeto, defendeu que a redução é importante para os cofres do município e servirá para uma mudança de mentalidade sobre os cargos públicos. Segundo ele, a política não deve ser vista como fonte de renda.
De acordo com Messias, com a redução dos salários, poderá ser gerada uma economia de R$ 5 milhões em quatro anos. Mas, para que isso aconteça, o projeto deve ser aprovado pelo prefeito Denilson Teixeira (MDB).

Fonte: Com informações do R7

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon