Presidente do partido de Bolsonaro em Teresina morre em acidente na BR-343 entre Piracuruca e Parnaíba

De acordo com a PRF, a vítima teve morte imediata após o veículo sair de pista e colidir com uma árvore, por volta das 8h30 desta quinta-feira (1º).

O presidente do diretório municipal do Partido Social Liberal (PSL), o capitão do Corpo de Bombeiros Anderson Marcelo Alves Pereira, de 44 anos, morreu em um acidente de trânsito na BR-343, no trecho que liga as cidades de Piracuruca e Parnaíba, Norte do Piauí.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima teve morte imediata após o veículo sair de pista e colidir com uma árvore, por volta das 8h30 desta quinta-feira (1º).

O corpo do capitão ficou preso às ferragens e foi retirado do veículo pelos bombeiros por volta das 13h30. Segundo a PRF, as condições da rodovia são boas e o acidente aconteceu em uma curva.

"De acordo com levantamentos feitos no local e testemunhas, o veículo desenvolvia velocidade incompatível para o local e utilizava um pneu de emergência que por orientação técnica só pode desenvolver velocidade máxima de 80 km/h. O carro ainda não foi removido", informou o inspetor Alexsandro Lima, da PRF.

Segundo a Associação dos Bombeiros Militares (Abemepi), Marcelo Anderson Alves, estava se deslocando de Teresina com destino à Parnaíba, onde iria trabalhar na organização de um evento que receberia o presidente Jair Bolsonaro, previsto para o dia 14 de agosto.

A Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República não confirmou se haveria uma visita marcada do presidente Jair Bolsonaro à cidade de Parnaíba ou ao estado do Piauí. Ainda segundo a secretaria, a agenda oficial do presidente deve ser divulgada até o fim de semana.

O vereador Luís André, presidente estadual do PSL, disse que a morte do capitão causa uma perda irreparável. "O PSL Piauí está em luto pela morte prematura deste grande guerreiro e líder. Estamos todos abalados demais. Ele estava muito empolgado com a presidência municipal, conquistada pelo merecimento. Ele tinha muitas chances de ser vereador, a votação dele poderia surpreender. A gente perdeu um grande quadro ", comentou o presidente.

O vereador afirmou que a o capitão pretendia se encontrar com pessoas da equipe do prefeito de Parnaíba, Mão Santa (DEM), para ajustar detalhes sobre a suposta visita de Bolsonaro à cidade. "A gente fica bastante sentido, porque ele estava viajando fazendo a política do PSL", comentou o vereador.

do blog do Gilberto Lima.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon