Volta por cima: Após ser humilhado por vender geladinho, menino recebe apoio de anônimos e famosos



O menino Adão, de 14 anos, morador de Grajaú, vem recebendo várias manifestações de apoio e ajuda tanto de pessoas anônimas quanto famosas. Adão do Geladinho como ficou conhecido, foi humilhado por adolescente enquanto vendia geladinho.


O vídeo teve grande repercussão, onde pessoas anônimas e famosas se comoveram com o episódio do menino pobre que trabalha para ajudar no sustento da família. Desde então, Adão do Geladinho vem recebendo várias manifestações de todo o país.

O escritor e palestrante, Rick Chesther da Silva, se comoveu, e vai fazer uma palestra em data a ser definida em Grajaú, a qual terá a renda destinada ao jovem Adão, que sonha em ser advogado. Quem também se comoveu com o episódio foi a influencer Thayse Teixeira, que se comprometeu a doar uma sorveteria para o garoto.

Pessoas anônimas que quiserem contribuir com a vaquinha que está sendo feira na internet, podem depositar na seguinte conta: 35540-2 (poupança); agenda: 0568-2 (Banco do Brasil), em nome de Cleude Nunes de Sousa Oliveira. A conta foi aberta recentemente para receber as doações. Cabe ressaltar que foram arrecadados na primeira leva um valor de R$ 8.171,50, através do soldado Célio, montante que já foi transferido para a conta da mãe do garoto.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon