Assaltantes que cometem crimes nas praias do Meio e Araçagy são presos com pistola; um deles já foi condenado por homicídio



Assaltantes que cometem crimes nas praias do Meio e Araçagy são presos com pistola; um deles já foi condenado por homicídio
A Polícia Civil, por meio da Superintendência de Investigações Criminais (Seic) prendeu, na tarde dessa segunda-feira (21), Igor da Conceição Jansen, conhecido como “Papel”, e Fabiano Cunha da Silva, conhecido como “FB”. Eles foram surpreendidos pelos policiais no momento em que estavam circulando na região da Praia do Meio com uma pistola calibre .380 municiada. 
Segundo informações da polícia, investigações em andamento davam conta que os suspeitos estavam roubando constantemente transeuntes naquela região. Após trabalhos investigativos, os policiais diligenciaram no local e conseguiram abordar os suspeitos antes que eles fizessem mais uma vítima. 
Igor da Conceição é foragido da Justiça e responde a processo criminal por três homicídios. Ele já foi condenado a mais de 15 anos de reclusão por homicídio. 
Fabiano Silva foi preso no ano de 2016 com aproximadamente 200 kg de maconha.
Após autuação em flagrante, os criminosos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da Justiça.
Prisão com 200 kg de maconha


Fabiano Cunha da Silva foi preso em flagrante na manhã do dia 16 de setembro de 2016 em sua residência, na Vila Brasil, em São Luís, com 200 kg de maconha.
O entorpecente apreendido estava distribuído em 195 tabletes escondidos no interior de caixas de som. 
Fabiano Cunha já tinha passagem pela a polícia pelo o crime de homicídio contra um bombeiro. “As informações que nós temos é de que ele teria participado da morte de um policial bombeiro militar atuante aqui na capital no ano de 2015, mais precisamente em outubro. Então, ele participou junto com demais comparsas da morte deste policial”, disse à época o delegado Claudenor Viegas.
Condenado a 15 anos de reclusão por homicídio
Há seis anos, os jurados do 4º Tribunal do Júri condenaram Igor da Conceição Jansen, conhecido como “Papel”, a 15 anos, sete meses e 15 dias de reclusão pelo assassinato de Marcos Paulo Matos Dutra, o “Sapo”. O juiz negou ao acusado o direito de aguardar em liberdade eventual recurso e expediu o mandado de prisão.
O crime ocorreu no final da tarde do dia 19 de dezembro de 2010, no bairro Sacavém. Após se envolver em um pequeno acidente de trânsito, Igor da Conceição armou-se e foi à casa da vítima, executando-a pelas costas. O acusado já responde a processo por crime da mesma natureza. O réu confessou o crime.
do blog do Gilberto Lima.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon