Belezinha é absolvida pelo Ministro Roberto Barroso, em Brasília e pode disputar as próximas eleições


Imagem relacionada

Por William Fernandes - quinta, 17 de outubro de 2019

Em decisão monocrática, o Ministro Luís Roberto Barroso absolveu nesta quinta, 17, em Brasília a ex-prefeita de Chapadinha, Ducilene Belezinha, em processo que ela respondia no TSE por suposta compra de votos, na eleição de 2016. Barroso manteve a decisão do TRE/MA.

O ministro reconhece a gravação, mas entende que “os fatos que poderiam ser comprovados com a gravação ambiental são limitados a uma eleitora e uma única oferta de compra de votos, o que é, mesmo em tese,, insuficiente para configurar o abuso de poder econômico”.

Com a decisão, Belezinha está apta a concorrer nas próximas eleições municipais, em 2020. A coligação do prefeito Magno Bacelar, autora do processo, deve recorrer da decisão.

Nas redes sociais a ex-prefeita comemora:

"Agradeço a Deus por nunca me desamparar!

Hoje às 15:39 hr, o Tribunal Superior Eleitoral, por meio do Excelentíssimo Senhor Ministro Luís Roberto Barroso, decidiu monocratimente pela manutenção do acordão proferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão que nos absolveu das acusações de compra de votos nas eleições de 2016.


Agradeço a Deus por estar sempre ao meu lado, agradeço à minha família, aos nossos advogados que não cessaram um minuto sequer na luta para comprovar nossa inocência, agradeço aos amigos e simpatizantes que sempre acreditaram em nosso projeto político e, principalmente em nosso caráter."

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon