Município de Santa Quitéria/MA ajuíza ação para recuperar mais de R$ 30 Milhões desviados da Previdência pelos ex-prefeitos Manim Leal e Sebastião Moreira - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Município de Santa Quitéria/MA ajuíza ação para recuperar mais de R$ 30 Milhões desviados da Previdência pelos ex-prefeitos Manim Leal e Sebastião Moreira

O objetivo das ações é fazer com que os ex-prefeitos Manim Leal e Sebastião Moreira devolvam aos cofres públicos recursos desviados durante suas respectivas gestões.

O município de Santa Quitéria do Maranhão ajuizou, por meio da PGM - Procuradoria Geral do Município, Ações Civis Públicas por Ato de Improbidade Administrativa com Ressarcimento ao Erário e Pedido de Liminar de indisponibilidade de Bens contra os ex-prefeitos Manim Leal (2009 a 2012) e Sebastião Moreira (2013 a 2016), que deixaram grandiosa dívida do município com os órgãos da União, ou seja, débitos de natureza previdenciária, provocados por sonegações e apropriações indébitas praticadas por eles.

Pendências junto à Receita Federal, que sustentam a restrição do município autor junto ao CAUC - Cadastro Único de Exigências para Transferências Voluntárias.

O valor das dívidas requeridas só nesta etapa, segundo a PGM, é de R$ 31.643.756,51 (Trinta e um milhões,  seiscentos e quarenta e três mil, setecentos e cinquenta e seis reais e cinquenta e um centavos).

Segundo o Procurador Geral do Município, Mauro Monção da Silva, “a população de Santa Quitéria vem sofrendo os efeitos da fúria de irresponsáveis ex-gestores municipais, que não cumpriram com suas obrigações constitucionais e legais na administração do dinheiro público, deixando um rastro destruição da máquina administrativa, com reflexos direto na parte mais sofrida que é o povo carente.”

Ainda de acordo com o procurador, tais dívidas causam enorme prejuízo à população, uma vez que o município fica impedido de receber recursos de transferências voluntárias por meio da celebração de convênios com os Governos Federal e Estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot