Taxista é encontrado morto e enterrado em cova rasa no bairro Divinéia, em São Luís; quatro suspeitos estão presos

José Manuel Rebelo Sousa estava desaparecido desde o sábado (30) após realizar uma corrida de táxi. Corpo foi encontrado em uma cova rasa no bairro Divinéia em São Luís. O corpo apresentava sinais de tortura.
O taxista José Manuel Rebelo Sousa, de 61 anos, foi encontrado morto na manhã deste domingo (1º) no bairro Divinéia, em São Luís. O corpo da vítima tinha sinais de tortura e estava enterrado em uma cova rasa em um terreno localizado a poucos metros da residência dele.

A vítima estava desaparecida desde a tarde de sábado (30) após realizar uma corrida de táxi com uma mulher, um homem e um adolescente. O taxista não conseguiu mais ser localizado pela família que acionou a polícia sobre o desaparecimento.
Quatro pessoas suspeitas foram capturadas e levadas para delegacia para prestar depoimento. Um adolescente confessou a participação no crime e levou os policiais até o local onde o corpo estava. Uma mulher ainda não foi presa.

No local, foram encontrados documentos e objetos pessoais de José Manuel. As mãos e os pés foram amarrados, e há sinais de tortura.
De acordo com a Polícia Militar, a principal suspeita é que o trio tenha assaltado o veículo, praticado inúmeros assaltos pela cidade e, em seguida, tenha assassinado e enterrado o corpo do taxista.

José Manoel trabalhava há 11 anos em um posto de táxi do bairro do Olho d’Água. O veículo dela ainda não foi encontrado. 

O corpo foi encaminhado para perícia no Instituto Médico Legal (IML) e ainda não foi liberado aos familiares.

do blog do Gilberto Lima.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon