Vereadores de oposição votam contra reajuste de 12,84% aos professores de Santa Quitéria

Resultado de imagem para santa quiteria maranhão

A Câmara Municipal de Santa Quitéria aprovou nesta segunda, 10, em sessão extraordinária, o Projeto de Lei  nº 442, do Poder Executivo, que dispõe sobre o reajuste de 12,84%  do piso nacional de vencimentos do magistério da Educação Básica no âmbito do município. Até aí tudo bem. O que causou estranheza foi o fato de três dos vereadores de oposição – Das Dores, Ricardo e Auriete – não terem votado a favor do aumento. Eles preferiram se abster da votação.

Vereadores que votaram a favor: 

Kassilene
Ilson
Chico Motorista
Jose
Jose Crispim
Herbim
Domingo Viana

Vereadores que se abstiveram:

Auriete
Das Dores
Ricardo Pimentel

O que também causou espanto, foi o fato de o próprio presidente do Sindicato dos Professores, José Augusto, ter usado a tribuna da Câmara para dizer que o aumento teria o intuito de beneficiar o próprio prefeito, sendo que o aumento vai cair direto na conta dos servidores da Educação.

É aquela velha política da oposição, do “quanto pior, melhor”. Mas, a oposição querendo ou não, o reajuste foi aprovado pela Câmara e sancionado pelo Prefeito Alberto Rocha, e será aplicado em todas as classes dos níveis do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Magistério da Educação Básica, em vigência do Município de Santa Quitéria do Maranhão.

A Lei garante ainda, que as despesas decorrentes dos impactos financeiros deste reajuste correrão por conta de dotações orçamentárias próprias da Secretaria Municipal de Educação, ficando o Poder Executivo autorizado a abrir crédito adicional suplementar, se necessário, ao orçamento vigente e em execução no exercício financeiro de 2020.

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.
EmoticonEmoticon